Imagem: Tanjiro inserido em montagem comYuuji e outros personagens de 'Jujutsu Kaisen'.

‘Jujutsu Kaisen’ é o mangá mais vendido em 2021, segundo Oricon

Em 2º lugar entre os títulos, ‘Kimetsu’ teve o volume mais vendido do ano e entrou no top 3 dos livros mais vendidos, tendo destaque em quase todas as categorias.

A Oricon divulgou hoje (28) seu ranking anual das séries mais vendidas no Japão. Na categoria de quadrinhos, Jujutsu Kaisen pegou a primeira posição, com 30.917.746 cópias vendidas entre 23 de novembro de 2020 e 21 de novembro deste ano. Confira o ranking:

  1. Jujutsu Kaisen (30.917.746);
  2. Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba (29.511.021);
  3. Tokyo Revengers (24.981.486);
  4. Ataque dos Titãs (7.332.398);
  5. My Hero Academia (7.020.361).

Chama a atenção a falta de One Piece, usualmente dentro do top 3, e a presença de Demon Slayer em uma posição tão alta, quase encostando em Jujutsu, com apenas o último volume e dois Gaiden lançados dentro do período analisado.

Percebe-se um aquecimento nas vendas. No ano passado, Demon Slayer ficou em primeiro com mais de 80 milhões de cópias, e Kingdom em segundo, com 8 milhões. Agora, os três primeiros colocados superaram 20 milhões de cópias vendidas.

Kimetsu fica na frente entre as edições únicas vendidas. Confira os 5 primeiros colocados individualmente:

  1. Demon Slayer #23 (5.171.440);
  2. Demon Slayer Gaiden (2.374.621);
  3. Jujutsu #14 (2.312.250);
  4. Jujutsu #15 (2.306.950);
  5. Jujutsu #16 (2.098.087).

One Piece aparece nesse ranking, com os volumes #98, #99 e #100 pegando as 6ª, 8ª e 9ª posições, respectivamente.

Jujutsu e Demon Slayer ainda dividiram o ranking de light novels por volume:

  • Jujutsu Kaisen: Iku Natsu to Kaeru Aki – narrativa por Kitaguni Ballad (259.960);
  • Jujutsu Kaisen: Yoake no Ibara Michi – narrativa por Kitaguni Ballad (227.474);
  • Kimetsu no Yaiba: Kaze no Michishirube narrativa por Aya Yajima (208.693);
  • Kimetsu no Yaiba: Shiawase no Hana narrativa por Aya Yajima (183.304);
  • Kimetsu no Yaiba: Kataha/Katabane no Chou narrativa por Aya Yajima (180.389).

Mas com relação ao ranking por série, Kimetsu ficou em primeiro com 776.320 cópias vendidas considerando todas as novels, seguido por That Time I Got Reincarnated as a Slime (597.819), The Apotecary Diaries (496.626), Re:ZERO (424.173) e The Detective is Already Dead (367.984), respectivamente.

Não entendemos o motivo de Jujutsu não entrar no ranking por série, uma vez que a soma das duas novels ultrapassa Re:ZERO, mas possivelmente cada novel foi considerada como uma série neste caso.

Assim como no ano passado, Kimetsu ainda entrou no ranking de livros mais vendidos (contando qualquer tipo de livro), com o artbook Ikuseisou, por Koyoharu Gotouge, com 491.007 cópias vendidas.

Outros materiais de apoio da série, como livros para colorir e guias dos personagens, também entraram nesse ranking, conferindo a Gotouge a segunda posição entre autores mais vendidos, com 1.438.881 cópias.

A Oricon é uma holding fundada em 1999 (derivada da Original Confidence Inc., de 1967) cujo trabalho é fornecer estatísticas sobre a indústria do entretenimento do Japão (como as indústrias livreira, musical e de jogos).

É a partir da contabilização dessa holding que é realizado, semanalmente, desde 2008, o famoso Ranking Oricon, com uma lista dos volumes mais vendidos entre todos os mangás publicados.


Fonte: Oricon


O JBox faz parte do programa de afiliados da Amazon, podendo ganhar um valor em cima das compras realizadas a partir dos links do site. Contudo, o JBox não tem responsabilidade sobre possíveis erros presentes em recursos integrados ao site mas produzidos por terceiros.