drive belle godzilla destacada

‘Belle’, ‘Drive My Car’ e mais filmes japoneses elegíveis ao Oscar de Melhor Filme

Lista também conta com produções baseadas em obras japonesas!

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou ontem (20) a lista de elegíveis para a categoria de Melhor Filme este ano. Apesar do número ser menor que o do ano passado, algumas produções japonesas – e duas baseadas em obras do Japão – conseguiram cumprir os requisitos necessários. De forma simples, todos os filmes japoneses ou ligados ao Japão que foram pré-selecionados em outras categorias estão elegíveis aqui.

São eles:

  • BELLE;
  • Drive My Car;
  • Godzilla vs Kong;
  • Fortune Favors Lady Nikuko
  • Josee, the Tiger and the Fish;
  • The Laws Of The Universe – The Age Of Elohim;
  • Pompo The Cinephile;
  • Poupelle da Cidade das Chaminés;
  • Viagem ao Topo da Terra.

Vale ressaltar que estas não são indicações oficiais, apenas filmes que podem receber votos e tentar uma vaga na categoria. Confira sobre cada um deles abaixo:

Belle

Ryuu to Sobakasu no Hime

A trama gira em torno de U, um “mundo virtual online” com mais de 5 bilhões de usuários registrados, trazendo Suzu, uma jovem do interior que acessa U sob a identidade de “Belle”, uma cantora famosa. Ela mergulha em uma aventura sobre amor, desafios, conexões e auto-descoberta ao lado de uma criatura misteriosa. De acordo com o próprio Hosoda, esse é o filme que ele sempre sonhou em fazer.

O filme de Mamoru Hosoda também é um dos pré-indicados à  à categoria de Melhor Animação e chega em breve ao Brasil.


Drive My Car

A trama conta a história de Yusuke Kafuku, um ator e diretor de teatro que sente a perda de sua esposa. Durante a produção da peça Tio Vânia em Hiroshima, ele conhece Misaki, uma jovem tímida que trabalha como sua motorista. Entre idas e vindas, algo a mais surge. O filme está pré-indicado na categoria de Melhor Filme Estrangeiro. Já levou um Globo de Ouro.


Godzilla vs Kong

Godzilla vs. Kong é estrelado por Alexander Skarsgard, Millie Bobby Brown, Rebecca Hall e Brian Tyree Henry. O terreno para este filme já estava sendo preparado desde 2014 com o reboot de Godzilla.

O novo filme reconta o encontro das duas feras, que aconteceu originalmente em 1962 em King Kong vs. Godzilla. Dirigido por Ishiro Honda (1911~1993), o clássico teve exibição no Brasil pela TV Record durante a década de 1980.

O filme está pré-selecionado na categoria de Efeitos Visuais. O filme está disponível na HBO Max. Leia aqui nossa crítica sobre Godzilla vs. Kong.


Fortune Favors Lady Nikuko

Gyokō no Nikuko-chan

O filme do Studio 4°C (Tekkon Kinkreet), cujo título internacional é Fortune Favors Lady Nikuko (A Fortuna Favorece Lady Nikuko, em tradução livre), conta a história em torno de Nikuko e sua filha Kikuko. As duas vivem juntas num porto, até que seus segredos são revelados.

O longa é baseado no livro de Kanako Kishi e tem direção de Ayumu Watanabe (Children of the Sea). O filme está pré-indicado à categoria de Melhor Animação.


Josee, the Tiger and the Fish

Joze to Tora to Sakana-tachi

O filme do estúdio Bones (My Hero Academia) é a terceira adaptação do curta de 1984 do escritor Seiko Tanabe. Na história, Tsuneo Suzukawa sonha em estudar biologia marinha fora do Japão. Mas para isso, é preciso juntar dinheiro. Em meio a estudos e trabalhos temporários, ele conhece Josee, uma garota cadeirante que mudará seu destino. O filme está pré-indicado à categoria de Melhor Animação.


The Laws of the Universe

UFO Gakuen no Himitsu

Há 150 milhões de anos, uma raça alienígena convivia com Elohim, o Deus da Terra. Todos vivam em paz, até que Dahar, vindo do lado sombrio do universo, decide destruir o planeta. O destaque fica para o fato deste ser apenas o terceiro filme do estúdio HS Pictures. O filme está pré-indicado à categoria de Melhor Animação.


Pompo the Cinéphile

Eiga Daisuke Pompo-san

Joelle Davidovich Pomponette, uma produtora de filmes em “Nyallywood”, não consegue boas oportunidades, sendo sempre obrigada a fazer filmes B. Pelo menos, até uma oportunidade bater em sua porta.

A animação do estúdio CLAP é dirigida por Takayuki Hirao (da série de TV God Eater) e adapta o mangá homônimo (inédito por aqui) de Shogo Sugitani, publicado desde 2017 e com 6 volumes até o momento. O filme está pré-indicado à categoria de Melhor Animação.


Poupelle da Cidade das Chaminés

Eiga Entotsumachi no Puperu

Mais um filme do Studio 4°C, desta vez adaptando o livro infantil do ator e comediante Akihiro Nishino. Nele, acompanhamos o jovem Lumbicchi, que trabalha como limpador de chaminés e sonha um dia poder ver as estrelas. Um dia conhece Poupelle, um homem feito de lixo, e juntos partem para realizar o sonho. O filme está pré-indicado à categoria de Melhor Animação. Foi exibido no Brasil em uma mostra de cinema japonês.


Viagem ao Topo da Terra

Le Sommet des Dieux, Kamigami no Itadaki

A animação francesa adapta o mangá Kamigami no Itadaki, de Jiro Taniguchi. A obra permanece inédita por aqui e foi publicada pela editora Shueisha, no Japão, entre 2000 e 2003, rendendo 3 volumes.

O mangá , por sua vez, é uma adaptação da novel de 1998 de Baku Yumemakura, trazendo Fukamachi, um fotógrafo que descobre uma câmera de George Mallory, um alpinista sumido no monte Evereste – mas Fukamachi está no Catmandu, no Nepal, quando acha o objeto. Junto com o alpinista Habu Joji, ele parte em uma jornada para descobrir mais sobre o caso.

O filme está disponível no catálogo da Netflix desde o final de novembro. O filme está pré-indicado à categoria de Melhor Animação.


A votação com todos os 276 filmes acontecerá entre 27 de janeiro e 01 de fevereiro. O anúncio dos indicados acontecerá no dia 08 de fevereiro e a cerimônia em 27 de março.


Fonte: Variety

Publicidade
close