Imagem: Kasumi Arimura, atriz que interpreta Kazu.

‘Antes Que o Café Esfrie’, de Toshikazu Kawaguchi, será lançado no Brasil

Livro sobre café onde é possível viajar no tempo foi adaptado no filme ‘Café Funiculi Funicula’.

A editora Valentina registrou ontem (25) no ISBN o livro Antes Que o Café Esfrie (Kohi ga Samenai Uchi ni), de Toshikazu Kawaguchi. Lançado em 2015 no Japão, o livro conta sobre uma cafeteria em Tóquio chamada Funiculi Funicula. O lançamento está previsto para este ano.

Nesta cafeteria, os clientes podem viajar no tempo, se cumprirem com algumas regras: há apenas um assento onde a viagem é possível, e esse lugar só fica disponível quando o fantasma que o ocupa vai ao banheiro. Ao voltar no tempo, os clientes não podem sair do lugar e só podem encontrar pessoas de seu passado que já tenham visitado o estabelecimento.

Imagem: Capa japonesa de Antes que o Café Esfrie.
Divulgação: Sun Mark.

Nada que aconteça no passado muda o presente, e os clientes devem voltar ao nosso tempo antes de seu café esfriar. Acompanhamos Kazu, a barista do local, e quatro clientes: a executiva Fumiko, a enfermeira Kohtake, a dona de bar Hirai, e uma das donas do estabelecimento, Kei. Cada uma dessas mulheres tenta resolver algum drama do passado.

Kono Uso ga Barenai Uchi ni (“Antes que Essa Mentira Se Espalhe”), uma sequência trazendo quatro clientes homens foi lançada em 2017. Em 2018, foi lançado Omoide ga Kienai Uchi ni (“Antes da Memória Desaparecer”).

O livro inspirou o filme Café Funiculi Funicula (Kohi ga Samenai Uchi ni), lançado em 2018 no Japão. Esse filme esteve disponível no JFF+ do ano passado, com legendas em português para o público brasileiro. A diretora, Ayuko Tsukahara, foi um dos nomes citados por nós em uma matéria sobre diretores que poderiam adaptar mangás em live-actions.


Fonte: ISBN

Publicidade
close