Imagem: Personagens de jogos criados pela PlatinumGames.

Desenvolvedora PlatinumGames indica novo foco em “jogos como serviço”

Empresa que desenvolveu ‘Bayonetta’ e ‘NieR: Automata’ pode passar a ter foco em jogos com alimentação contínua (e por vezes paga) de conteúdo.

O novo CEO da PlatinumGames, que é também um dos fundadores da empresa, Atsushi Inaba, revelou querer criar “jogos maiores e mais arriscados”.

Inaba deixou a entender que esse será o novo foco da empresa, ao dizer que gostaria de criar jogos que “possam ser amados e aproveitados por um bom tempo”, em comparação a games “autônomos e com bom design”, como NieR: Automata e Bayonetta.

Ainda mencionou o novo projeto de Hideki Kamiya como algo diferente dos “jogos do passado”, trazendo a ideia de que já seria algo na linha de “jogos como serviço”.

“Jogos como um serviço” (game as a service, GaaS) é como são referidos jogos em um modelo de alimentação contínua, que buscam monetização a partir de novidades implementadas constantemente ao longo do tempo – isso faz com que os jogadores sigam jogando por um bom tempo, além de gastarem dinheiro. Assim, contam sempre com novos conteúdos.

Um exemplo é Fortnite, que também utiliza colaborações como forma de atrair novos jogadores (teve uma com Naruto recentemente).

A entrevista veio como um choque para muitos fãs da empresa, que se interessam pelos títulos “fechados” produzidos por ela (em parceria com outras), como os já citados NieR: Automata, Bayonetta, além de MadWorld, Star Fox Zero, entre outros. Project GG, o jogo de Kamiya, é a primeira propriedade totalmente da PlatinumGames, e não tem previsão para ser lançado.


Fonte: VGA

Publicidade
close