Imagem: Os heróis "shin" de Anno.

Shin Japan Heroes Universe: Reunião de filmes dirigidos por Hideaki Anno é anunciada

Quatro dos grandes sucessos da cultura pop japonesa unem forças em projeto para eventos e merchandising.

Os estúdios Toho, Khara, Tsuburaya e Toei anunciaram neste domingo (14) um projeto de colaboração entre os filmes Shin Godzilla (2016), Evangelion 3.0+1.0: A Esperança (2021), Shin Ultraman (2022) e Shin Kamen Rider (2023) – todos dirigidos e escritos por Hideaki Anno. O projeto Shin Japan Heroes Universe (SJHU) planeja reunir os personagens através de eventos, merchandising, etc.

O artista Mahiro Maeda desenhou a imagem promocional, enquanto Yutaka Izubuchi (designer que contribuiu para produções das franquias Super Sentai, Kamen Rider, Gundam e Patrulha Estelar) desenhou o logotipo do emblema.

Imagem: Ultraman, EVA, Godzilla e Kamen Rider.
Foto: Divulgação
Imagem: Logo do SJHU.
Foto: Divulgação

Em 2019, Godzilla e Evangelion estiveram juntos em uma atração 4D da Universal Studios Japan (relembre aqui).

Além de co-escrever e dirigir a franquia Evangelion, Anno é o roteirista e co-diretor do filme Shin Godzilla, do vindouro filme Shin Ultraman e o diretor e roteirista do também vindouro filme Shin Kamen Rider. Shinji Higuchi, seu colaborador de longa data e cofundador da Gainax, co-dirigiu Shin Godzilla, e também está à frente de Shin Ultraman, que estreia em 13 de maio deste ano, enquanto Shin Kamen Rider estreia em março de 2023.

Todos os títulos têm o prefixo “Shin” de Anno, que podem significar algo como “novo” e/ou “verdadeiro” em japonês. Anno manteve o significado ambíguo em todos os títulos.

Animê do estilo mecha, Evangelion (1995) é a obra mais famosa de Anno e, em 2021, ganhou um novo filme intitulado Evangelion: 3.0+1.0: Thrice Upon A Timeatualmente disponível no Brasil via Amazon Prime Video.

Criada em 1954, Godzilla é uma franquia da Toho que ajudou a criar o gênero de filmes kaiju, além do tokusatsu, como gênero de produção.

Já Ultraman e Kamen Rider são outras duas franquias de tokusatsu com sucesso de longa data, produzidas pela Tsuburaya e Toei, respectivamente.


Fonte: Comic Natalie via Anime News Network


Neon Genesis Evangelion

Foto: Divulgação/Khara

Com 26 episódios produzidos pelo estúdio GAINAX, a série Neon Genesis Evangelion (Shin Seiki Evangelion) foi ao ar no Japão entre 1995 e 1996, adquirindo uma fama gigantesca por ter um “tom” bem diferente dos animês exibidos até então, sendo um marco naquela década e influenciando diversas obras.

Em 1997, foi lançado no Japão o filme Death & Rebirthque recapitula os 24 primeiros episódios em sua 1ª parte, seguindo com uma sequência de animação inédita em sua segunda parte. Essa segunda parte virou a primeira parte de outro filme, The End of Evangelion, também lançado no Japão em 1997, sendo um final alternativo à série de TV (saiba mais aqui).

Dirigida por Hideaki Anno, a trama pós-apocalíptica de Evangelion foca no personagem Shinji Ikari, um adolescente recrutado por seu próprio pai para ser o piloto de um EVA – um bio-robô gigante. Os EVAs, controlados pela organização NERV, são sempre movidos por adolescentes, como forma de combater ameaças alienígenas conhecidas como Angels, a fim de impedir outra catástrofe como a ocorrida na Terra há 15 anos, evento conhecido como o Segundo Impacto.

O animê estreou no Brasil em 1999 pelo extinto canal Locomotion, sendo reprisado anos mais tarde pelo também extinto Animax, com uma redublagem pela Álamo mantendo boa parte do elenco original. Atualmente, com uma 3ª dublagem (saiba mais aqui), está disponível pela Netflix.

Um mangá, produzido originalmente em paralelo com a animação, teve publicação iniciada pela Conrad e finalizada pela Editora JBC (com direito a lançamento simultâneo do último volume juntamente com o Japão).


Ultraman

Foto: Divulgação/Tsuburaya

Ultraman foi criado em 1966 pela equipe de Eiji Tsuburaya, um dos nomes mais importantes do cinema de efeitos especiais no Japão. A série rendeu 39 episódios e seu sucesso ajudou não só a ditar o estilo dos programas de heróis orientais, mas a também criar uma das franquias mais longevas e rentáveis do gênero.

Na história da série original, Ultraman é um ser vindo da Nebulosa M78, que acaba chegando à Terra enquanto estava à caça de um monstro. Durante sua missão, ele acaba sem querer tirando a vida de Hayata, um membro da Patrulha Científica (ou SIA), que combate ameaças alienígenas. Pra remediar a situação, Ultraman revive Hayata como seu hospedeiro, passando a defender nosso planeta enfrentando monstros que causam destruição.

Ultraman foi exibido no Brasil entre o fim dos anos 1960 e meados dos anos 1980 pela TV BandeirantesTV Tupi, TV Record e TVS/SBT, retornando com uma nova dublagem nos anos 1990 pela Rede Manchete, reprisada na CNT e Cine House. Essa versão redublada, distribuída pela Sato Company, chegou a ser lançada também em uma coleção de fitas VHS. Outras exibições posteriores e lançamentos em DVD levantaram suspeitas de ilegalidade.

Após Ultraman, seguiu-se uma franquia de séries que dura até hoje (com algumas pausas). Pela televisão, o Brasil acompanhou Ultra SevenO Regresso de Ultraman Ultraman Tiga. Via streaming, a Netflix chegou a exibir Ultraseven X, enquanto a Crunchyroll exibiu Ultraman MaxUltraman LeoUltraman 80Ultraman GaiaUltraman NexusUltraman MebiusUltraman XUltraman Orb Ultraman Geed. Além das séries, vários filmes foram lançados no mercado de home-video e serviços on-demand.

Publicidade
close