imagem: ilustração com o casal do filme Aventureiros do Espaço, sobreposta por uma mão segurando a fita VHS do filme

JBoxTBT | Ficção-científica ‘Aventureiros do Espaço’ foi lançada em VHS por aqui nos anos 1990

Animê do TMS foi adaptação de um mangá inédito por aqui e ficou “perdido” entre vários lançamentos de home-video.

Em meados dos anos 1990 (possivelmente 1995), a Europa Filmes (na época, Europa Carat), sob o selo infantil Europinha, colocava no mercado de home-video brasileiro o filme Aventureiros do Espaço. Era mais um daqueles casos comuns onde animações japonesas “sisudas” e melancólicas chegavam por aqui mirando no público errado, afinal, era “só mais um desenho animado”.

imagem: Capa brasileira de Aventureiros do Espaço
Capa brasileira de Aventureiros do Espaço | Foto: Rafael Brito/JBox

Mas o que foi aquilo, afinal? Originalmente chamado de Space Fantasia 2001 Ya Monogatari, este animê é uma produção de 1987 do estúdio TMS (o mesmo de Guerreiras Mágicas de Rayearth), lançado diretamente para o mercado de vídeo japonês (o chamado formato OVA, sigla de Original Video Animation). Na direção tínhamos Yoshio Takeuchi, que chegou a integrar a equipe de animação do clássico Akira, além de dirigir toda a segunda metade dos episódios de Rosa de Versalhes (animê que também saiu por aqui em VHS pelo mesmo selo Europinha como Lady Oscar).

A ficção-científica se divide basicamente em três atos: “Órfãos do Espaço”, “O Presente da Terra” e “Uma Canção da Terra Distante”; que adaptam o mangá 2001 Ya Monogatari, publicado na Monthly Super Action entre 1984 e 1986, sob autoria de Yukinobu Hoshino. Nos quadrinhos, cada capítulo era uma “noite”, com histórias curtas que se ligavam levemente num todo. Foi a premissa seguida na animação, onde vários anos se passam entre cada ato, contando basicamente sobre uma experiência de colonização de um planeta chamado de Ozma, a partir de humanos enviados no ano de 2001.

imagem: capas dos 3 volumes japoneses do mangá
Capas japonesas do mangá original | Reprodução: mangadana.com

Apesar do mangá ter sido publicado nos Estados Unidos nos anos 1990, o animê nunca saiu por lá e é um tanto obscuro a nível internacional. O mais provável é que a Europinha tenha licenciado de algum atravessador (ironicamente) europeu naquela época (a Itália era uma fonte relativamente comum). Em 2009, ainda foi lançada outra adaptação animada, dessa vez em CG, que é difícil de se achar pelo seu nome simplório: TO (sim, só as duas letras). Essa foi dirigida por Fumihiko Sori (do live-action de Fullmetal Alchemist).

A versão brasileira de Aventureiros do Espaço ficou a cargo do extinto estúdio Álamo, de São Paulo, contando com nomes como Cassius Romero, Jonas Mello e Fernanda Ballura entre os poucos papéis de destaque. O filme ainda ganhou uma única exibição na TV aberta pela Record em 11 de outubro de 1998, como parte das atrações do Domingo Criança (mesmo não sendo para elas…).

Você soube desse lançamento na época? Deixe um comentário ;)


No Instagram

Pela hashtag #JBoxTBT, publicamos lembranças como essa semanalmente em nosso Instagram. Acompanhe por lá pelo @jboxbr!

Publicidade
close