Imagem: As Cures da temporada 19, 'Delicious Party Precure'.

‘Delicious Party Precure’ não terá episódio novo na próxima semana

Ataque hacker à Toei traz mais uma semana sem ‘Precure’.

A TV Asahi anunciou que no dia 10 de abril também não haverá episódio de Delicious Party Precure. A série já está sem novidades desde 13 de março, em decorrência a um ataque hacker à Toei. O canal irá reprisar o episódio 5 no dia 10 e ainda divulgará se a série entra no ar com novidades no dia 17 de abril.

Essa é a 19ª temporada da série, e o tema dessa vez é “comer é sorrir”, também com outras subtemáticas, como “agradecer” e “dividir a alegria”.

As heroínas dessa temporada são as Cure Precious, Cure Spicy e Cure Yummy Yummy ou Cure Yum Yum (poderia ser traduzida também como Cure Nham-Nham), cujas identidades civis são Yui Nagomi, Kokone Fuwa e Ringa Hanamichi, respectivamente.

Os pais de Yui são donos de um restaurante de pratos feitos, já Kokone é filha de donos de um restaurante chique. Por fim, a família de Ringa possui uma casa de lámen. A série ainda não foi anunciada por nenhum streaming por aqui.

Entenda o ataque

O acesso não autorizado teria ocorrido no dia 6, e a empresa está investigando a invasão, sem dar ainda muitos detalhes para além dos adiamentos.

O ocorrido também afetou já as transmissões de Dragon Quest: Dai, One Piece, Digimon Ghost Game e a estreia do novo filme de Dragon Ball, que inclusive mobilizou a equipe trabalhando no Saint Seiya da Netflix para ajudar a produção do longa. Além da suspensão dos animês, a Toei também fechou a sua loja digital em decorrência ao ataque.


Fonte: TV Asahi


Pretty Cure

Precure

Imagem: Banner com as duas protagonistas de 'Futari wa Precure'.

A franquia Precure ou Pretty Cure começa com Futari wa PreCure em 2004, uma série produzida pela Toei Animation, criada por uma equipe criativa da empresa intitulada de Izumi Todo.

O sucesso dos 49 episódios fez com que não só uma sequência fosse produzida, como inaugurou uma das mais bem sucedidas franquias de garotas mágicas, com 15 séries diferentes divididas em 18 temporadas (Futari wa Precure e Yes! PreCure 5 tiveram sequências), vários filmes e produtos.

Já nos anos 2000, tentaram negociar a vinda da 1ª série Pretty Cure com canais de TV brasileiros, porém nenhuma emissora topou a exibição. Anos mais tarde, em 2015, a Saban Brands adquiriu os direitos para uma adaptação de Smile PreCure! (fase de 2012), fazendo uma série de edições, alterando nomes e trilha sonora para transformar o produto em Glitter Force.

Sob alvo de muitas críticas, o animê teve exibição exclusiva pela Netflix e ganhou um item bastante desagradável por aqui: uma dublagem em português feita fora do Brasil, além dos cortes criticados por todos os fãs da série internacionalmente.

Mesmo assim, a parceria com a Saban ainda rendeu a adaptação de mais uma temporada, com Glitter Force: Doki Doki (DokiDoki! PreCure), que até se salvou um pouco por aqui, com uma dublagem feita no Rio de Janeiro. Mas a essa altura a empresa de Haim Saban já não estava mais empenhada na marca, devolvendo-a para a Toei em 2017.

Healin’ Good foi a primeira série a chegar em simulcast (com atraso, mas foi) e trouxe a 15ª geração de heroínas. Já Tropical-Rouge, a 16ª geração, foi a primeira exibida do início ao fim em modelo simultâneo.

Delicious Party, a 17ª geração, traz uma temática gastronômica, com as Cure Precious, Cure Spicy e Cure Yum Yum, cujas identidades civis são Yui Nagomi, Kokone Fuwa e Ringa Hanamichi, respectivamente.

Os pais de Yui são donos de um restaurante de pratos feitos, já Kokone é filha de donos de um restaurante chique. Por fim, a família de Ringa possui uma casa de lámen. A série ainda não foi anunciada por nenhum streaming por aqui.

Para os mais interessados, temos um guia sobre a série aqui.

Publicidade
close