Imagem: Ilustração de Abiko e vários de seus personagens.

“Fujiko Fujio A”, co-autor de ‘Doraemon’, morre aos 88 anos

Motoo Abiko faleceu ontem à noite, no horário de Brasília. Uma investigação está em curso, mas por enquanto não aponta ferimentos ou lesões suspeitos.

Um dos co-autores de Doreamon, conhecido como Fujiko Fujio A (seu nome real era Motoo Abiko), morreu nesta manhã (07, mas no horário do Japão), em sua casa, em Kawasaki (Tóquio), aos 88 anos.

A polícia respondeu a um chamado por volta das 8h40 (horário local – 20h40 do dia 6 no BRT), de que uma pessoa havia colapsado na casa do autor, e Fujiko já estava morto quando os policiais chegaram ao local. Uma investigação está em curso, mas um exame rápido não detectou ferimentos ou lesões suspeitos.

Fujiko Fujio A trabalhou junto com Fujiko F. Fujio (Hiroshi Fujimoto) sob o pseudônimo Fujiko Fujio, com o qual escreveram o mangá Doraemon, seriado de 1970 a 1996. Em 1987, eles se separaram – foi quando cada um adotou os pseudônimos citados anteriormente. Fujimoto faleceu em 1996.

Além de Doraemon, Abiko também criou Kaibutsu-kun, Ninja Hattori-kun, Obake no Q-taro, entre outros.

Deixamos aqui nossos sentimentos.


Fonte: ANN


Sobre Doraemon

Criado em 1970 pela dupla Fujiko Fujio na forma de mangá, Doraemon gira em torno de um gatinho robô enviado do futuro para ajudar o garoto Nobita, que sofre os problemas de sua idade na escola, de bullying a notas baixas. Doraemon é capaz de retirar inúmeros tipos de objetos de dentro de um compartimento em sua barriga, o que usará para resolver os problemas de seu companheiro humano.

Com base nos quadrinhos, a primeira série animada surgiu no Japão em 1973. Ganhou um reboot em 1979, que teve alguns episódios exibidos no Brasil nos anos 1990 pela extinta Rede Manchete – e que durou até 2005 (com 1787 episódios!).

No mesmo ano de 2005 estreou a série que está no ar até hoje na TV japonesa, passando a marca dos 680 episódios. Um pacote de capítulos produzidos em 2007 chegou por aqui em 2014 na Netflix, com distribuição da Sato Company (que já não trabalha mais com a série). Em janeiro de 2019, foi exibido pela Band como parte do Verão Animado.

Stand by Me Doraemon e Stand By Me Doraemon 2, filmes especiais do personagem em computação gráfica, chegaram ao Brasil na véspera do Natal de 2021 pela Netflix. Diversos outros filmes estão na HBO Max.

Publicidade
close