Imagem: A "mage" de 'KonoSuba'.

‘KonoSuba: Fantastic Days’ tem localização em português removida (AT)

Jogadores terão que continuar o game em inglês. Anúncio foi feito de forma discreta, para dizer o mínimo.

Em agosto de 2021, KonoSuba: Fantastic Days, ou KonoSuba: Dias Fantásticos, teve um lançamento mundial para Android e iOS pela Nexon. A versão internacional incluía uma coisa ainda um tanto rara: localização de interface/textos em português (segundo jogadores, uma boa localização, inclusive).

Quase sem aviso, a localização em português foi retirada e agora os jogadores do Brasil se deparam com a versão em inglês do game. Dizemos “quase”, pois segundo uma nota encontrada em um fórum da Nexon, o suporte ao nosso idioma (e também ao russo) foi encerrado entre os dias 11 e 12 de maio, após uma manutenção no sistema. O site em português, no entanto, ainda está no ar.

Contudo, o aviso discreto pelo jeito não chegou à maioria dos jogadores brasileiros, que sentiram que o suporte ao nosso idioma simplesmente “sumiu do nada”. Como esse encerramento ocorreu na boca de um evento em colaboração com DanMachi (que começou dia 12), alguns fãs ficaram bastante frustrados.

Alguns meses atrás, pelo que podemos inferir pelas reviews do game, o aplicativo apresentava um bug no qual fechava sozinho, ao menos para os jogadores daqui. Não sabemos se a descontinuidade do serviço em nosso idioma pode ter relação com algum erro que a equipe não foi capaz de corrigir, se é algo ligado ao custo-benefício da localização (aparentemente, a comunidade aqui não é tão grande), ou outro motivo.

O JBox tentou contato com a Nexon, abrindo espaço a comentários da empresa sobre o assunto, mas não recebeu resposta até o momento da publicação desta matéria. Caso a Nexon entre em contato conosco, adicionaremos a nota da empresa a esta postagem.

Se você não conhece, o jogo é esse aqui:

Agradecemos ao Paulo Ribeiro pela dica via email.

ATUALIZAÇÃO:

Fomos posteriormente informados pelo Paulo que há um aviso in-game, numa seção do menu principal utilizada para dar avisos sobre bugs, mas não foram dados mais detalhes (a redação do site não se atentou a essa seção quando baixou o jogo para procurar algo).

Ele enviou também duas imagens, comparando as versões em inglês e português, pelas quais é possível perceber o empenho da equipe de localização para o nosso idioma:

 

Ele estima que todo o conteúdo traduzido, agora inacessível, equivale a mais de 25 horas de história (incluindo eventos, história principal e interlúdio).

Atualizado pela última vez às 13h11 do dia 14 de maio de 2022.

Fonte: Nexon


O JBox possui parcerias comerciais com a Amazon, podendo ganhar um valor em cima das compras realizadas a partir dos links do site. Contudo, o JBox não tem responsabilidade sobre possíveis erros presentes em recursos integrados ao site mas produzidos por terceiros.


Kono Subarashii Sekai ni Shukufuku wo!, ou simplesmente KonoSuba, é originalmente uma série de novels de Natsume Akatsuki, criada em 2013. Além de mangá e game, virou animê em 2016, produzido pelo Studio Deen.

Na história, após morrer em um trágico “acidente” de trânsito, o otaku Kazuma Sato encontra a debochada e impaciente deusa Aqua no além, que lhe oferece três possibilidades de vidas pós-morte: ir para o céu e ser obrigado a tomar sol durante toda a eternidade, reencarnar como um bebê e recomeçar tudo do zero, com outra família, ou ser enviado para um mundo medieval de aventuras místicas para enfrentar um rei demônio, mantendo suas memórias, com o cheat de poder portar qualquer habilidade, poder ou item que desejasse criar.

Ele escolhe a última opção. No entanto, para a surpresa da deusa guia, decide carregá-la como item. Daí em diante, o anime conta a história atrapalhada da dupla em tal mundo de aventuras, destacando que aventuras, quando vividas por NPCs, podem não ser tão emocionantes – ou heroicas – assim.

As duas temporadas estão disponíveis na Crunchyroll com opção de dublagem pelo Som de Vera Cruz, do Rio de Janeiro, versão já exibida também em TV aberta pela Rede Brasil.

A série rendeu um filme, também disponível pela Crunchyroll. A Panini publica a adaptação em mangá no Brasil

Publicidade
close