Austin St. John, o primeiro Ranger Vermelho de ‘Power Rangers’, é indiciado por fraude

Segundo o governo dos EUA, ele e mais 17 pessoas teriam conspirado na criação de informações falsas para solicitar dinheiro de auxílio emergencial da COVID-19.

Jason Lawrence Geiger, mais conhecido pelo nome artístico Austin St. John, foi indiciado nesta quarta-feira (18) por fraude eletrônica pelo governo dos EUA. O memorando foi divulgado nesta quinta (19) e o ator que interpretou Jason Lee Scott, o Ranger Vermelho nas duas primeiras temporadas de Power Rangers e o segundo Ranger Dourado de Power Rangers Zeo, está intimado a prestar esclarecimentos na Justiça.

Segundo o governo norte-americano, St. John e mais 17 pessoas haviam conspirado na criação de informações falsas para solicitar dinheiro de auxilio emergencial da COVID-19, através do Programa de Proteção de Pagamento (PPP) e fazer uso indevido de fundos como investimentos pessoais, lazer, etc. Caso haja comprovação, o ator poderá ser condenado em até 20 anos de prisão.

Leia a íntegra do documento (em inglês) aqui.

Austin St. John como Jason em Mighty Morphin Power Rangers | Foto: Divulgação/Hasbro

Nascido em 17 de setembro de 1974, Austiin St. John estrelou, em 1993, o clássico Mighty Morphin Power Rangers (1993~95) como Jason, o primeiro Ranger Vermelho da franquia. Assim como Walter Jones (Zack/Ranger Preto) e a saudosa Thuy Trang (Trine/Ranger Amarela), St. John permaneceu na série até o meio da segunda temporada, quando foi substituído por Steve Cardenas, o Rocky — segundo Ranger Vermelho.

St. John voltou a interpretar Jason dois anos depois, em Power Rangers Zeo (1996), quando o herói assumiu os poderes do Ranger Dourado até o fim da temporada. Logo depois apareceu no filme Turbo: Power Rangers 2 (1997), o prólogo de Power Rangers Turbo (1997).

O ator reprisou o personagem no episódio 34 de Power Rangers Força Animal (2002), no clássico episódio “Eternamente Vermelho” (que reuniu outros astros que interpretaram Rangers Vermelhos na franquia), além do episódio 13 da segunda temporada de Power Rangers: Morfagem Feroz (2020).

St. John trabalha como paramédico e participa como atração de eventos de cultura pop. Seu retorno foi em 2014, quando se encontrou com o ator japonês Yuta Mochizuki, o Geki/Tyranno Ranger em Zyuranger (a contraparte original de Jason), no evento Power Morphicon.


Fonte: Departamento de Justiça dos Estados Unidos


Power Rangers

Foto: Divulgação/Hasbro

Power Rangers é uma adaptação norte-americana da franquia Super Sentai, conhecida pelo público brasileiro através das séries Changeman (1985), Flashman (1986), Goggle Five (1982) e Maskman (1987). Criada pelo empresário Haim Saban, a série foi ao ar pela primeira vez nos EUA em 28 de agosto de 1993 com o título Mighty Morphin Power Rangers e logo se tornou uma febre mundial. A primeira temporada apresenta os adolescentes Jason, Zack, Billy, Trini e Kimberly, que foram escolhidos por Zordon para lutar contra Rita Repulsa e seus capangas. Mais tarde aparece Tommy, o Ranger Verde, como vilão e posteriormente aliado do quinteto, mantendo destaque e admiração dos fãs até os dias de hoje.

A série sofreu mudanças de elenco, surgiram novos inimigos na trama, visuais diferentes para cada temporada e com o tempo foi se consolidando como uma franquia de super-heróis na TV americana. A marca Power Rangers foi inicialmente administrada pela antiga Saban Entertainment, depois foi transferida para a Disney em 2002, foi readquirida por Haim Saban em 2010 e finalmente vendida para a Hasbro (a mesma produtora de Transformers) em 2018. Os heróis multicoloridos não ficaram restritos à TV e atualmente mantêm expansão no cinema, no RPG e principalmente nos quadrinhos da editora BOOM! Studios.

No Brasil, Power Rangers estreou em 17 de outubro de 1994 no canal pago Fox e mais tarde em 2 de janeiro de 1995 como atração do extinto programa infantil TV Colosso, na Rede Globo, onde garantiu sucesso. Várias temporadas foram exibidas na Band, na Nickelodeon, nos extintos canais Fox Kids, Jetix e Loading e atualmente na TV Cultura e no canal pago Cartoon Network.

Publicidade
close