Imagem: Shun, Hyoga, Seiya, Shiryu e Ikki com armaduras de ouro de seus respectivos signos.

‘Saint Seiya: Cosmo Fantasy’ será encerrado em julho

Jogo mobile da Bandai Namco se despede após 6 anos de serviço.

A Bandai Namco anunciou o encerramento do serviço de Saint Seiya: Cosmo Fantasy (Saint Seiya Zodiac Brave) no dia 28 de julho às 2h (BRT). Todos os itens comprados poderão ser usados até o jogo sair do ar.

Lançado em 2016, esse foi um dos primeiros jogos mobile da série e teve uma boa sobrevida. Contudo, Shining Soldiers — o “sucessor” do game que flopou e foi encerrado em menos de um ano — já indicava o desgaste da fórmula e a dificuldade da Bandai Namco em competir especialmente com os jogos chineses da franquia.

Por exemplo, Saint Seiya Awakening teve um sucesso comercial que nenhum mobile da Bandai conseguiu com um jogo de Cavaleiros no Brasil. Mesmo sem o traço da Toei, apelativo para os fãs do animê — e com design de personagens não tão próximo ao mangá –, o jogo da Tencent, além de trazer músicas da trilha sonora do animê, busca parcerias com os cantores de aberturas icônicas da série (como a Yumi Matsuzawa e o Nobuo Yamada), e até trouxe personagens e passagens de arcos recentes do Next Dimension.

Lendas da Justiça, atualmente em teste beta, parece seguir pelo mesmo caminho de Awakening. A Bandai até tentou tornar Cosmo Fantasy mais atrativo com a inserção de personagens de Lost Canvas, Saintia Shô e até de fillers do animê original, mas pelo jeito o jogo se esgotou.

Cavaleiros já teve 9 jogos para celulares: Saint Seiya Galaxy Card Battle (2012), Saint Seiya Cosmo Slottle (2014), Saint Seiya: Big Bang Cosmo (2014), Saint Seiya: Cosmo Fantasy/Saint Seiya: Zodiac Brave (2016), Saint Seiya: Rebirth/Saint Seiya: Galaxy Spirits (2016), Saint Seiya: Awakening (2019), Saint Seiya: Shining Soldiers (2020) e Saint Seiya: Legend of Justice/Saint Seiya: Lendas da Justiça (2021).


Fonte: Cosmo Fantasy, Zodiac Brave

Publicidade
close