imagem: ilustração com as protagonistas de Nana ao lado do logo do Arquivo JBox

Arquivo JBox: Há 11 anos, MTV prometia ‘Nana’ (mas não cumpriu)

Emissora prometeu exibir o animê, mas deu para trás.

Em 3 de março de 2011…

imagem: recorte com a notícia de 2011 sobre o anúncio de Nana… A emissora MTV Brasil — então parte do Grupo Abril e um canal aberto em algumas regiões do país — anunciava a exibição do animê de Nana, baseado no mangá de Ai Yazawa, que na época já estava em hiato. A informação surgiu de um boletim de imprensa enviado pela emissora, mas a estreia, no entanto, nunca ocorreu — e dois anos depois o canal seria extinto, com a marca voltando às mãos da Viacom na TV fechada.

Nana chegou a ser exibido em algumas MTVs de outros países e tinha tudo a ver com a temática da emissora (incluindo música e comportamento jovem). E a exibição de um animê na filial brasileira também não seria novidade, já que Speed Racer, Desert Punk e Afro Samurai já haviam passado por lá anos antes.

O motivo pelo qual o negócio desandou é desconhecido, porém Nana também não foi o único animê sondado pela emissora que ficou só na vontade. Por volta de 2007, houve negociações também para a exibição de Bleach e de Bobobo-bo Bo-bobo que não avançaram.

A adaptação animada de Nana chegou a ficar disponível neste ano no Brasil, na versão remasterizada e com legendas em inglês, pelo HIDIVE. Contudo a plataforma de streaming deixou o país na semana passada — quem já tinha cadastro ainda consegue acessar.

O mangá de Nana, no entanto, foi mais feliz por aqui. A JBC publicou todos os 21 volumes da obra no Brasil, e vai começar a reimprimi-la ainda em 2022. No Japão, o quadrinho foi seriado de 2000 a 2009, quando entrou em hiato por questões de saúde da autora, questões essas que nunca foram divulgadas ao público.


Matéria original: MTV Brasil exibirá anime Nana, por Fábio Soares

Publicidade
close