Imagem: Joker, protagonista de Persona 5, e personagens de Persona 5 Royal, como a Kasumi.

Fim do meme! ‘Persona’ chega ao Switch com 3 jogos da franquia

Persona 5 Royal, Persona 4 Golden e Persona 3 enfim chegarão ao console híbrido da Nintendo.

Na manhã desta terça-feira (18), a Nintendo anunciou, via Direct, que a franquia Persona finalmente chegará ao Nintendo Switch. E o primeiro jogo da série a estar disponível no console híbrido é nada menos que Persona 5 Royal, que estará à venda a partir de 21 de outubro.

Também foram confirmadas as chegadas de Persona 4 Golden e Persona 3 Portable, mas para estes ainda não há uma data definida.

Imagem: Poster com P5 Royal, P4 Golden e P3 Portable.
Reprodução: Atlus.

Persona 5 foi lançado em 2016 de forma exclusiva nas plataformas da Sony (PS3 e PS4), assim como os demais jogos da série. O spin-off de Shin Megami Tensei sempre foi uma espécie de “sonho” dos donos de Switch, que sempre viram em Persona um estilo de jogo muito apropriado para o portátil (as batalhas em turnos são semelhantes a Pokémon).

O console até recebeu, no ano passado, Persona 5 Strikers, que se passa alguns meses após a história de P5 e possui um outro sistema de batalhas. Mas os jogos principais só quebraram a exclusividade com a Sony esse ano, quando foram anunciados, no início do mês, para Xbox Series e PC (o que havia gerado certo incomodo na comunidade Nintendo, já que a Atlus lança Shin Megami Tensei nos consoles da Big N).

A versão de P5 que chega ao Switch — a chamada Royal — foi lançada para PS4 em 2019, e além dos recursos adicionais que visavam o hardware do PS4 Pro, também foram adicionados novos capítulos à história, incluindo personagens inéditos, como Kasumi Yoshizawa (interpretada por Sora Amamiya), e o novo conselheiro escolar, Takuto Maruki (interpretado por Satoshi Hino).

P5 acompanha os passos de um estudante secundarista – cujo nome é dado pelo jogador – injustamente condenado por agredir uma mulher. Ele fica em liberdade condicional em Tóquio e acaba conhecendo o Metaverso, uma realidade paralela construída pelos desejos humanos.

Nessa realidade, ele é capaz de invocar seres chamados Personas, também relacionados com a “psiquê” humana. Junto com alguns colegas, o jovem forma um grupo com o objetivo de investigar diversos estranhos casos, e começa a entender melhor também sua relação com o Metaverso.


Fonte: Nintendo Direct