Imagem: Michio e Roxanne.

‘Isekai Meikyuu de Harem wo’ ganha trailer com prévia da abertura

Vídeo foca nos protagonistas Michio e Roxanne.

O animê de Harem in the Labyrinth of Another World (Isekai Meikyuu de Harem wo) ganhou um novo trailer, com uma prévia da música de abertura, “Oath”, interpretada por Shiori Mikami, que faz a personagem Roxanne. A Crunchyroll exibirá a série.

Confira:

A exibição japonesa contará com três versões: uma restringindo (ou seja, censurando) algumas partes, uma versão um pouco menos censurada e uma outra versão totalmente sem censura. Presumimos que a versão internacional será a com maior censura, mas é possível que seja outra ou até mesmo mais de uma.

O animê adapta a série de livros se foca no estudante do ensino médio Michio Kaga, que um dia é transportado para um mundo de fantasia estilo RPG, no qual consegue usar alguns “cheats”. Ele usa seus poderes para juntar garotas – a maioria escravas compradas – para o seu harém, em seu objetivo de virar mestre na profissão “maníaco sexual” (sim, essa é trama).

A produção é do estúdio Passione (Higurashi: New), com direção de Naoyuki Tatsuwa (Nisekoi) e roteiro assinado por Kurasumi Sunaya (Minami Kamakura Girls Cycling Club, Yowamushi Pedal New Generation). Taku Yashiro (Vulcan Joseph em Fire Force) interpreta o protagonista Michio, e Shiori Mikami (Akari Akaza em Yuruyuri) faz Roxanne, a primeira integrante do futuro harém do personagem.

A novel foi seriada de forma independente do site Shousetsuka ni Narou de 2011 a 2019, com um epílogo saindo em março de 2020. A editora Shufunotomo publica os volumes, com ilustrações de Shikidouji (Full Metal Panic!) – são 12 por enquanto. Uma adaptação em mangá é seriada na Shonen Ace, da Kodakawa, desde 2017, com 7 volumes até o momento.

O nome original, na verdade, é Isekai Meikyuu de Dorei Harem wo (Harém de Escravas num Mundo de Masmorras), mas a versão editada pela Shufunotomo retirou o “dorei” (escravo) do título, adaptação seguida pelos mangá e animação, e um indício de que até as produtoras japonesas consideram a série meio bomba.


Fonte: ANN

Publicidade
close