Entre 20 e 30 volumes: Criador de “The Promised Neverland” fala sobre o fim do mangá

Kaiu Shirai não imaginou a obra muito extensa.

Em entrevista para a FranceInfo, o autor de The Promised Neverland, Kaiu Shirai, acompanhado da ilustradora Posuka Demizu, contou que não imaginou a obra com muitos volumes, que ela deverá ir apenas até o 20º ou 30º, diferente dos vários outros títulos de sucesso pertencentes à Weekly Shounen Jump – “Naruto”, por exemplo, tem 72, “Bleach”, 74, “One Piece”, 89.

Ele revelou que propôs a trama para a editora Shueisha utilizando um manuscrito de mais ou menos 300 páginas. A história, inicialmente, estava planejada apenas até o arco “Escape” – que será adaptado em um anime que sairá no ano que vem – e que não quer se alongar muito para encerrá-la.

Atualmente, The Promised Neverland está em seu 11º volume lá no Japão, sendo serializado desde 2016. Aqui no Brasil, o gibi começou a ser publicado pela Panini este mês. A trama gira em torno de um grupo de crianças em um orfanato que descobrem que, na verdade, estão sendo criadas como gado de luxo para alimentar demônios de alto poder aquisitivo.

[VIA OtakuPT]

Publicidade
close