Dorohedoro: mais de um ano após o fim, mangá ganha capítulo extra

História publicada na Shonen Sunday comemora a adaptação animada da obra.

A revista mensal Shonen Sunday, da editora Shogakukan, retornou a publicar Dorohedoro lá no Japão em sua edição mais recente, publicada hoje (12). O capítulo especial é um one-shot (história curta e fechada em um capítulo) de 14 páginas focado no humor, com os “Devils” pregando uma peça na Ebisu. A ação é feita para comemorar o recente animê, em exibição na TV japonesa.

Essa é a primeira publicação em quadrinhos após 1 ano e 5 meses do fim da obra. Dorohedoro começou a ser seriado em 2000, chegando ao fim com 23 volumes encadernados (ainda inéditos no Brasil). O mangá de Q Hayashida passou por três revistas diferentes, começando na Monthly Ikki e passando para a Hibana em 2015, chegando em 2017 à Shonen Sunday – onde foi concluído.

Capa do novo one-shot de ‘Dorohedoro’. | Reprodução Shonen Sunday

O título voltou aos holofotes graças à série animada, uma produção do estúdio MAPPA lançada em janeiro deste ano. Dirigido por Yuichiro Hayashi (de Kakegurui e Garo: Divine Flame), o animê é transmitido no Japão pelo canal Tokyo MX e também pela Netflix de lá. Significa que passará na Netflix daqui um dia? É possível, mas nada foi divulgado oficialmente ainda.

A trama de Dorohedoro é centrada em Kaiman, um homem amnésico desfigurado em busca de sua identidade real, depois que uma transformação por um usuário de magia o deixou com a cabeça de um réptil e nenhuma memória de sua vida anterior. Junto com sua amiga, Nikaido, ele ataca violentamente os usuários de magia, com o objetivo de encontrar o usuário de magia responsável por sua transformação.

[Via Comic Natalie]

 

Publicidade
close