Imagem: Protagonista de 'Ping Pong' jogando tênis de mesa.

Ping Pong: JBC vai publicar famosa obra de esporte e drama do mesmo autor de ‘Tekkon Kinkreet’

Mangá de Taiyo Matsumoto também possui uma premiada versão animada dirigida por Masaaki Yuasa.

A Editora JBC anunciou na noite de ontem (7) durante o quadro JBC Bits em seu canal no YouTube, que vai publicar o mangá Ping Pong do renomado quadrinista Taiyo Matsumoto (mesmo autor de Tekkon Kinkreet e Sunny, ambos lançados no Brasil pela Devir). Contudo, a obra provavelmente não deve ser lançada este ano.

Sem dar mais detalhes sobre a edição brasileira, Marcelo del Greco – que é gerente de conteúdo e editor-chefe da JBC – apenas destacou que ela será muito especial; e contou que a empresa levou um longo tempo negociando o título. Esta vai ser a terceira obra de Matsumoto impressa no Brasil.

Capa da edição italiana de Ping Pong, lançada em março de 2018 pela Editora Edizioni.

A história gira em torno de Peco e Smile, amigos de infância com personalidades drasticamente diferentes, e que agora são membros do clube de tênis de mesa do Colégio Katase. Mas Peco fica arrasado após ser derrotado por um estudante chinês e decide abandonar o esporte; enquanto seu amigo, Smile, sempre se impede de tentar vencer Peco. Notando o potencial de Smile, o treinador Jo tenta motivá-lo a superar este obstáculo de seu psicológico.

O mangá foi originalmente seriado entre 1996 e 1997 na revista seinen Big Comic Spirit, totalizando 5 volumes encadernados publicados pela editora Shogakukan. Em 2002, ganhou uma adaptação de live action para os cinemas dirigida por Fuhimiko Sori (o mesmo do live action de Fullmetal Alchemist), e estrelando Yosuke Kubozuka e Arata Iura nos papéis principais. O longa obteve 8 indicações no Japanese Academy Awards, incluindo melhor direção.

Uma versão animada do estúdio Tatsunoko Production, dirigida por Masaaki Yuasa (Devilman Crybaby, Keep Your Hands Off Eizouken!), intitulada Ping Pong the Animation e contendo 11 episódios, foi exibida entre abril e junho de 2014. O animê recebeu em 2015 o Grande Prêmio (Grand Prize) por melhor animação de televisão do ano no Tokyo Anime Awards Festival, enquanto os  sites Polygon, Crunchyroll e IGN também o elegeram como uma das melhores animações da década de 2010.


Fonte: Canal JBC

Publicidade
close