Yo-Kai Watch: mangá é cancelado pela Panini no Brasil

Último volume da edição nacional havia saído em agosto do ano passado.

A Panini confirmou, por meio de uma conta no Twitter, a interrupção da publicação nacional de Yo-Kai Watch, de Noriyuki Konishi. Cabe destacar que a informação foi revelada como resposta ao questionamento de um leitor, que perguntava sobre o lançamento de novos volumes. “Olá, o mangá Yo-kai Watch foi descontinuado na edição 20, então não terá mais a continuação”, diz a mensagem.

A obra era publicada por aqui desde 2016 em formato meio-tanko, ou seja, metade de um original japonês. A série nasceu como um game de RPG desenvolvido pela Level-5 para o Nintendo 3DS em 2013. Embora não seja o produto principal da franquia, o mangá foi publicado antes do lançamento do jogo, como forma de pré-divulgação, pela revista infantil japonesa CoroCoro Comic. Devido ao grande sucesso no Japão, chegou ao ocidente sob o rótulo de “Novo Pokémon“.

A edição japonesa encontra-se em andamento com 18 volumes, enquanto no Brasil a série chegou apenas ao 10º número – isto é, o volume 20, considerada a divisão da versão nacional. Vale lembrar que a Panini havia publicado este último volume em agosto de 2019 (após anúncio para junho). Somente agora, quase 1 ano e meio depois, a editora se pronuncia de maneira não espontânea a respeito da descontinuidade da publicação – o que, mais uma vez, chama a atenção pela falta de transparência para com o seu leitor que volta e meia precisa correr atrás de uma informação que deveria partir da própria empresa.


Fonte: Panini


Na história de Yo-Kai Watch, acompanhamos o pequeno Keita, que um dia se depara com uma estranha máquina de cápsula. Ao abrir um dos objetos, ele liberta um “Yo-kai” fantasmagórico, que lhe entrega um relógio especial – o Yo-Kai Watch. Com o dispositivo no pulso, ele pode identificar outros Yo-kais que estariam assombrando e causando prejuízo às pessoas. Junto a outro monstrinho em forma de gato, o Jibanyan, ele parte para enfrentar Yo-kais mal-intencionados, lutando ao lado de seus amigos.

A versão animada, produzida pelo estúdio OLM (o mesmo de Pokémon) a partir de 2014, ganhou exibição no Brasil pelo Disney XD e pela Netflix.

Publicidade
close