Mangá nacional ‘Running Gun Rubia’ leva menção honrosa no Tezuka Manga Contest

Obra do ilustrador Conto fica entre os 8 vencedores do concurso.

Um brasileiro figura entre os vencedores do  100º Tezuka Manga Contest, concurso anual realizado pela Shonen Jump (Shueisha). Trata-se do ilustrador e quadrinista Conto. O artista recebeu menção honrosa com o seu Running Gun Rubia, a história de um rapaz condenado à forca por assassinar um dos mais importantes homens de Judas’ Boots — ou, para nós brasileiros, a Cidade Onde Judas Perdeu As Botas.

O mangá pode ser lido gratuitamente através da plataforma MediBang Art Street. Além do prêmio de 500 mil ienes garantido pela menção honrosa, o autor irá participar da cerimônia em Tóquio, no Japão*, e ainda recebeu um elogio de ninguém menos que Eiichiro Oda, criador de One Piece“É uma pena que este não seja um mangá one-shot, mas eu gosto da atmosfera! A personagem principal é fofa.” Running Gun Rubia também rendeu elogios por parte de Koji Yoshida, editor chefe da Shonen Jump, para quem Conto possui um “olho para a boa composição”.

Capa de ‘Running Gun Rubia, de Conto | Reprodução.

O Tezuka Manga Contest é realizado duas vezes por ano, no Japão, desde 1971. Com título em homenagem a Osamu Tezuka (1929-1989), o concurso tem como foco a descoberta de novos talentos para publicação na Shonen Jump. Para comemorar a realização da centésima edição, a premiação aceitou, pela primeira vez, a participação de artistas do mundo todo. Neste ano, foram premiados:

1º lugar:

  • Star, Night, Star (별, 밤, 별), de Tarha (Coreia do Sul);
  • Armados, de Saikomic (Chile).
    Prêmio: 2 milhões de ienes + publicação na “Weekly Shonen Jump” (física ou digital) + convite para a cerimônia de premiação em Tóquio.

2º lugar:

  • RainyMan (雨男), de 目 食(China);
  • Devil Dive INFERNO, de Jeronimo CJD (França).
    Prêmio: 1 milhão de ienes + publicação na “Weekly Shonen Jump Special Edition” + convite para a cerimônia de premiação em Tóquio.

Menção honrosa:

  • Running Gun Rubia, de Conto (Brasil);
  • The Tengu Trial, de Mochi (França);
  • 魔廚, de 水平果 (Coreia do Sul);
  • Nosfera of the Faraway World, de Yuno (Austrália).
    Prêmio: 500 mil ienes + convite para a cerimônia de premiação em Tóquio.

O grupo de jurados foi composto por Akira Toriyama (Dragon Ball), Takehiko Inoue (Slam Dunk), Eiichiro Oda (One Piece), Kohei Horikoshi (My Hero Academia), Kazue Kato (Blue Exorcist) e pela Tezuka Productions

Nomes memoráveis já passaram pela premiação antes de saírem do anonimato. Dentre eles estão figuras como Yoshihiro Togashi (Yu Yu Hakusho), que venceu em 1986, Nobuhiro Watsuki (Rurouni Kenshin), ganhador em 1987, Takehiko Inoue, em 1988, Masakazu Katsura (Zetman), em 1980 e 1981, além de muitos outros mangakás de renome.

Todas as obras premiadas podem ser lidas gratuitamente clicando aqui.

*Em virtude da pandemia de Covid-19, ainda não foi confirmada a realização presencial da cerimônia de premiação.


Fonte: Tezuka Manga Contest via MediBang Art Street.

 

 

Publicidade
close