Exclusivo: Ricardo Cruz Fala Sobre Jaspion

Não há dúvidas: a confirmação do lançamento nacional de Jaspion em DVD foi a grande notícia desse fim de ano. E como somos safados e desocupados, fizemos uma rápida entrevista com Ricardo Cruz, um dos responsáveis pelo lançamento, a fim de tirar todas as dúvidas dos fãs, algumas inclusive que surgiram nos comentários aqui do site.

Bom Ricardo, você poderia falar sobre como foram as negociações com a Focus? Quais as principais dificuldades e tal…
Foram longas. No total levaram dois anos e pouco. Eu estava com a idéia de lançar o Jaspion em DVD aqui fazia um tempão. Como nenhuma distribuidora entendia o que era o Jaspion, achei mais produtivo ir direto na Toei Company, no Japão, e ver qual era. Foi o Hiroshi Watari (o Spielvan @_@) que me apresentou para os caras. Tudo começou aí, em 2007, acho. Sobre as dificuldades, foram muitas. A distância entre Brasil e Japão, no geral, foi a maior dificuldade. Se tivéssemos negociado cara a cara o tempo todo, o Jaspion já estaria nas lojas faz tempo.

Existe uma versão de Jaspion com qualidade impressionante por ter sido feito por fãs (imagem dos DVDs japas + áudio original da Everest). Não temem que esse tipo de material (que vendeu horrores entre os otakus) tenha “matado” um pouco a força do título no mercado?
Acho que não. Por mais legal que esse material seja, ele circula dentro de um círculo de certo modo fechado, que é o meio dos fãs hardcore. Além disso, acho que mesmo quem tem o pirata vai ficar tentado a comprar a versão oficial, que provavelmente virá num BOX bonitão, com brindes, extras e o escambau. Quem é fã vai querer ter isso na estante.

Quando foi anunciado o interesse da Focus em Jaspion, alguns fãs foram “atrás” do Toshi pra saber da dublagem da série, que pertence a empresa dele. Como essa situação foi resolvida? Os áudios da Everest foram negociados?
Sim. Eu só acho legal lançar o Jaspion se tiver a opção do áudio original. Só legendado ou redublado nem pensar. Melhor não lançar. A Focus também achava isso, então fomos conversar com o Toshi. Felizmente, chegamos num acordo para incluir a dublagem clássica.

Dizem que os japoneses são bastante “chatos” quanto ao conteúdo dos DVD’s de seus programas. Alguns lançamentos vem sem extras decentes porquê segundo os distribuidores “os japoneses não permitiram”. Esse tipo de situação existe mesmo, ou tem-se total liberdade para trabalhar com o material? No caso de Jaspion, os brasileiros poderão decidir quanto ao seu conteudo, número de epiósidos por disco, etc?
Sim, quanto a formatação e distribuição dos episódios somos nós que decidimos. No caso da Toei, existe a Toei Animation e a Toei Filmes. A Animation é responsável por umas marcas de bastante sucesso, tipo Dragon Ball, Cavaleiros, Sailor Moon… Acho que a chatice toda vem daí. Eu imagino que a divisão de cinema, por onde negociamos Jaspion, seja bem mais maleável. Ainda não sei como vai ficar a parte de extras. A idéia é produzir material aqui.

Muitos fãs estão com o pé atrás com relação a Focus Filmes pela descontinuidade no lançamento de uma série de animes e desenhos clássicos. Há 100% de garantia de que Jaspion será lançado em DVD até o último episódio, ou o lançamento do segundo box dependerá das vendas do primeiro?
Claro. O primeiro box deve sair em março e o segundo no segundo semestre. A Focus lançou alguns animes que, apesar de serem famosos, não tinham um apelo tão grande nas lojas. Com o Jaspion o papo muda. Saudosismo é uma coisa que vende melhor. É só olhar a quantidade de lançamentos nesse segmento.

Como fã, como é estar sendo o homem responsável por esse lançamento no Brasil? Não há DVD de Changeman no Japão. Isso inviabiliza o sonho dos fãs de terem esses dois ícones de uma geração lado a lado na estande de suas casas, ou acha que a Toei poderia chegar a autorizar o lançamento de um produto exclusivo no terrítório brasileiro?
É legal pra c*****! Eu cresci vendo esses seriados. Comecei a escrever e a cantar por causa deles. É um prazer muito grande. Sobre os Changeman, não sei te dizer isso. Mas eu sugiro que todo mundo que gosta de tokusatsu se prepare pra 2009.

Pra finalizar, Ricardo, se Jaspion conseguir êxito no mercado brasileiro, acreditamos que tanto a Focus quanto vocês irão querer dar continuidade nesse tipo de material. Qual seria o título que você, como fã e empresário trabalharia em sequência?
Eu não sou empresário não. Deus me livre (risos). Só tenho umas idéias acho gente endinheirada pra embarcar comigo. Bom, brincadeiras a parte, se o Jaspion for bem há planos de novos lançamentos sim. Obviamente não é a hora de divulgar o que, quando nem quanto, mas, como disse, 2009 tem tudo pra ser um ano cheio de seres metálicos, espadas lasers e monstros de borracha.

Para ficar ligado nas novidades sobre o lançamento do Jaspion em DVD e tokusatsu em geral, uma boa pedida é o blog Robô Gigante, feito por gente que entende do assunto, como o próprio Cruz, Alexandre Nagado e Rodrigo Guerrino. Assim que eles colocarem alguma novidade lá, chuparemos na maior cara de pau e postaremos aqui, com total exclusividade. =D

Cloud

Tio Cloud escreve sobre cultura nerd oriental desde 2002 e trancou sua amada Allena-chan no closet para que ela nunca mais fuja.

Junte-se ao lado dos comentadores

Caretinha: smilewinkwassattonguelaughingsadangrycrying