Review | Ultraman Geed – O Filme

A evolução do filho de Belial em aventura inédita no Brasil.

Finalmente temos um novo filme da franquia Ultraman no Brasil, depois de alguns anos de jejum. Com distribuição da Elite Filmes, Ultraman Geed – O Filme (Ultraman Geed The Movie: I’ll Connect With the Wish!, de 2018) foi lançado oficialmente no site Cinema Virtual, uma plataforma ligada ao Looke, que exibe filmes inéditos nos cinemas brasileiros. O longa é um epílogo da série Ultraman Geed (de 2017; disponível no Brasil pela Crunchyroll) que reúne alguns personagens de seu predecessor, Ultraman Orb (de 2016; disponível na Crunchyroll e no Amazon Prime Video). O lançamento é oportuno, pois acontece durante as comemorações dos 10 anos de Ultraman Zero, o filho de Ultraseven.

Se você ainda não assistiu a nenhuma das duas séries, não tem problema. Nesse caso, o filme servirá como divulgação e um motivo para querer assisti-las (e outras séries da franquia também). Mas se você assistiu Orb e Geed, vai sacar as referências. Esse é mais um filme de primavera que serve como um episódio estendido da série, que já estava concluída na Japão. Porém, a aventura nos cinemas japoneses tem um impacto maior e sempre acrescenta algo na mitologia de Ultraman.

Multiverso ameaçado

Tudo começa no planeta Ksia, onde a bela Airu Saderuna foge do monstro robótico Galactron (que apareceu pela primeira vez em Orb), uma inteligência artificial das forças de Gilbaris que visa destruir todas as vidas inteligentes do multiverso. Airu recebe de seu pai a arma Giga Finalizer, capaz de derrotar Gilbaris. Sua nave cai na Terra, mais precisamente em Okinawa dos tempos antigos. Airu conhece Gukuru Shisa, a fera guardiã da Terra. Com a sua ajuda, a jovem alienígena procura um herói digno de usar a Giga Finalizer.

Nos dias atuais, Geed enfrenta um Galactron MK2 (Mark Two) que resiste aos seus ataques e recua da batalha. Sem sucesso, Riku Asakura, o filho de Ultraman Belial, sofre com a frustração de não poder vencer esse novo inimigo. E o pior é que ele se sente solitário, uma vez que Ultraman Zero não está mais na Terra. Enquanto isso, os agentes Moa e Zena, da AIB (Alien Investigation Bureau), recebem ajuda de Jugglus Juggler. É que o rival de Ultraman Orb obtém informações sobre Gilbaris, que está em busca de um poderoso item que está escondido em Okinawa. Riku, Raiha, Moa e Juggler partem para o local e se encontram com Leito Igaguri, o antigo hospedeiro de Zero, que indica uma pessoa para ajudar na busca do tal artefato. Durante a aventura, aparece Gai Kurenai, o Ultraman Orb. Além de Ultraman Zero e seus companheiros da Ultimate Force Zero (Glen Fire, Mirror Knight, Jean-Bot e Jean-Nine).

 

Conectando elementos

Após o fim da série de TV, Riku/Geed sente na pele a responsabilidade de ser um herói da Terra, ainda mais ao ser reconhecido após superar o legado das trevas deixado por seu pai, Ultraman Belial. Como provação, o jovem de 19 anos tinha que enfrentar as duras críticas da opinião pública e tenta fazer isso sozinho. O filme mostra que até mesmo um ser superpoderoso como Ultraman tem seus limites e não é um ser perfeito. Mensagens de força e coragem são transmitidas num determinado momento e tais foram chaves importantes durante a série.

Tatsuomi Hamada, o astro principal, interpreta mais uma vez Riku Asakura com entusiasmo. Por ter apenas 17 anos na época, a imaturidade do herói fluiu com naturalidade. Não que isso seja um problema. É que Hamada é fã de carteirinha de Ultraman desde a infância e já havia atuado numa outra produção da franquia. Isso, combinado à sua pouca idade, cativa em cheio o espectador e faz com que ele torça pela sua evolução do herói (que nos ensinou que “gente parada dorme no ponto“).

Reprodução

Ultraman Geed – O Filme é diversão certa e um excelente motivo para você não deixar de conferir é que a direção é do competentíssimo Koichi Sakamoto. Ele dirigiu a série do Geed, trabalhou em algumas produções da franquia, além de ter em seu currículos contribuições em Power Rangers, Kamen Rider e recentemente na série de filmes Space Squad (aquela que reúne heróis das franquias Super Sentai e Metal Hero). É um cara que realmente gosta e entende de tokusatsu e surpreende o público com combinações de elementos, sempre capitando a essência da obra em que está envolvido (e sem causar efeitos especiais espetaculosos como o de um Zack Snyder da vida). Por não ter trabalhado em Ultraman Orb, Sakamoto compensou refilmando as cenas de transformação de Gai Kurenai para Ultraman Orb, com direito a novos efeitos e Riku ao lado, se transformando em Geed. Coisa de outro planeta (sem trocadilho). E isso é só um exemplo, além da combinação de cenas de destruição que deixam a coisa com ares de apocalipse (você tem que ver essa e outras cenas pra crer).

Pra atiçar ainda mais sua curiosidade, saiba que Sakamoto não pegou leve e colocou os atores para lutarem sem ajuda de dublês. Falando nisso, a atriz Chihiro Yamamoto se destaca novamente em sua excelente atuação em cenas de ação de sua personagem, Laiha Toba. Tal habilidade lhe rendeu fama no Japão. Já Yuta Ozawa é aquele misto de alívio cômico e seriedade que marcou a característica de Leito Igaguri, em sua antiga parceria com Zero.

Hamada já havia participado do filme Ultraman Zero: A Vingança de Belial (de 2010). Na época, ele tinha apenas 10 anos e interpretou Nao, o irmão do hospedeiro de Zero na ocasião. Como Jean-Bot, um dos membros da Ultimate Force Zero e antigo parceiro de Nao, estava lá, Sakamoto exigiu que fosse feita uma cena como uma espécie de referência. Diferente da série onde tinha que enfrentar seu pai, Riku tinha uma certa relação familiar que serve como ponto-chave da trama.

Apesar de ter apenas um pouco mais de uma hora, Ultraman Geed – O Filme não deixa nada sem explicação. Até mesmo um determinado elemento de Ultraman Orb teve as pontas amarradas. E o melhor de tudo é que os rivais Gai e Juggler continuam os mesmos de sempre. Além da evolução de Riku, foi ótimo revisitar os personagens carismáticos de Geed, que passaram uma grande mensagem de união.

Aproveite a oportunidade, pois o herói estará de volta na nova série Ultraman Z (Zett), a partir deste sábado, dia 20 de junho.


Ultraman Geed – O Filme está em cartaz no Cinema Virtual com legendas em português e deve permanecer disponível na plataforma por pelo menos 15 dias. O ingresso para a sessão digital custa R$ 24,90.

Publicidade
close