Dragon Quest ‘Fly’: Vozes dos vilões são reveladas

Remake terá elenco totalmente novo na versão japonesa. Confira agora quem são os atores por trás dos vilões da série!

Um dos animês mais esperados do ano (ao menos por muitos brasileiros), Dragon Quest: The Adventure of Dai (Fly, O Pequeno Guerreiro) teve o elenco de vozes dos vilões divulgado em seu site oficial.

Como era de se esperar, os nomes são diferentes daqueles que atuaram na primeira adaptação animada – a que ficou famosa por aqui graças ao SBT. O novo elenco se junta a Atsumi Tanezaki (Dai/Fly), Toshiyuki Toyonaga (Popp), Mikako Komatsu (Maan), Saori Hayami (Princesa Leona), Yuuki Kaji (Hyunckel/Jenky) e Takahiro Sakurai (Avan) para finalmente proporcionar aos fãs uma versão animada completa dos 37 volumes do mangá original – ainda inédito no Brasil!

Confira as vozes japonesas que se somam ao remake do pequeno guerreiro.

Tomokazu Seki (Andreas Lise/Loki em Os Cavaleiros do Zodíaco: Alma de Ouro) como Hadlar/Hadler

 

Tomoaki Maeno (Konro Sagamiya em Fire Force) como Crocodine

 

Mitsuo Iwata (Takaharu Fukuroda Kill la Kill) como Zaboera

 

Tooru Nara (Sigmund de Grani em Os Cavaleiros do Zodíaco: Alma de Ouro) como Flazzard/Freyzard

 

Takehito Koyasu (Dio Brando em Jojo’s  Bizarre Adveture) como Myst-Vearn/Mystiban

 

Sho Hayami (Tokisada de Aquário em Os Cavaleiros do Zodíaco: Ômega) como Baran

 

Takaya Hashi (Pharoh 90 em Sailor Moon Crystal III) como o misterioso Rei do Mal Vearn/Burn


Fonte: Site oficial


Sobre Fly

 

Dragon Quest é uma série de RPG da Square Enix, cujo primeiro título saiu em 1986 para o Famicon. Já Dragon Quest: The Adventure of Dai é originalmente um mangá seriado na Shonen Jump de 1989 a 1996, com 37 volumes compilados, inspirado nos jogos, com roteiro de Riku Sanjo e ilustrações de Koji Inada. A obra foi adaptada pela Toei Animation em uma animação de 46 episódios, exibida no Japão entre 1991 e 1992 (não cobrindo toda a história do mangá). A série também recebeu três filmes, com estreia em julho de 1991, março de 1992 e julho de 1992.

O animê veio para o Brasil sob o nome Fly, o Pequeno Guerreiro e foi exibido no SBT a partir de 1996. A história da série apresenta um garoto-órfão chamado Fly (Dai, no original), encontrado e adotado pelo monstrinho Blass na ilha Dermlin. O moleque passa a ser criado pelo monstro como se fosse seu neto, junto de Gome, uma criaturinha dourada em forma de gota com asas. A trama tem início quando Gome é raptado e Fly parte para resgatar seu amigo. Mais tarde, o pequeno valente conhece a bela Princesa Leona, filha única do Rei de Papunika, a qual lhe dá como lembrança a Adaga de Papunika, após ser salva por ele. Depois de descobrirem que o garoto possui uma estranha marca de dragão na testa, Fly recebe a visita do lendário Avan, um corajoso guerreiro que foi à Dermlin a mando do Rei para transformar o jovem num verdadeiro herói.

Em meio à sua longa jornada, Fly ganha a companhia de Pop e Maam, ambos também aprendizes de Avan. Além de fazer amigos, o garoto ainda tem de enfrentar os subordinados de Hadler, um demônio que fora derrotado anteriormente pelos “antigos heróis” (Avan incluso) e retornou para dominar o mundo graças aos poderes do “Grande Rei do Mal”.

 

Publicidade
close