Novos mangás da Pipoca & Nanquim, ‘Tomie’ e ‘Hokusai’ terão versão digital

Editora segue disponibilizando todo o seu catálogo em formato ebook.

Anunciados no fim do ano passado, Tomie, de Junji Ito, e Hokusai, de Shotaro Ishinomori, terão publicação em formato digital, além da versão física. A informação consta registrada no ISBN, assim como a indicação de que Drik Sada será a responsável pela tradução dos dois novos títulos da Pipoca & Nanquim. Ambos chegarão às livrarias e lojas especializadas nos próximos meses.

Dessa forma, a editora continua com a prática de disponibilizar de forma digital todos os mangás de seu catálogo. Já foram publicados, até então: Guardiões do Louvre, Virgem Depois dos 30, O Preço da Desonra: Kubidai Hikiukenin, O Último Voo das Borboletas, Rohan no Louvre, Satsuma Gishiden e Recado a Adolf – todos em edição física e digital.

Sobre TomieHokusai

Capa americana de ‘Tomie Complete Deluxe Edition’ | Reprodução/Viz Media.

Tomie foi publicado pela primeira vez nas páginas da revista shoujo Monthly Halloween, da editora japonesa Asahi Sonorama, entre 1987 e 2000. Título de estreia de Ito, o primeiro volume encadernado foi publicado no Japão em 1996.

O mangá é composto por uma coletânea de histórias centradas na personagem que empresta nome à obra, Tomie Kawakami. A moça possui cabelos longos e consegue cativar qualquer um à sua volta. Porém sua beleza pode despertar em seus admiradores os seus piores instintos – dentre eles está o desejo de matar, sendo a própria Tomie seu principal alvo. Entretanto, mesmo que seja assassinada, nada pode eliminar sua existência.

De lá para cá, o mangá contou com diversas edições no país de origem, além de edições em volume único pelo Ocidente, como é o caso da publicação americana. Poucos detalhes da edição brasileira foram revelados, mas ela terá 2 volumes.

Capa espanhola do mangá “Hokusai”, de Shotaro Ishinomori | Reprodução

Hokusai foi publicado originalmente em 1987 pela editora Sekai Bunka, em 3 volumes. Em 1996, o mangá teve nova edição, dessa vez pela Futabasha, com 2 volumes encadernados. A edição brasileira será em volume único, assim como a última versão publicada no Japão, em 2005, pela Kadokawa Shoten.

A obra narra a vida de Katsushika Hokusai, grande nome da pintura japonesa que viveu entre 1760 e 1849, durante o chamado período Edo. A composição de suas gravuras deu origem ao estilo ukiyo-e. Sua principal criação são as Trinta e seis vistas do monte Fuji, série com 46 xilogravuras publicada na década de 1830 (a despeito do nome, são mesmo 46 gravuras feitas sobre madeira). A mais conhecida delas, A Grande Onda de Kanagawa, é a imagem que ilustra a capa do mangá de Ishinomori.


Fonte: ISBN.