Imagem: Personagens de 'Jujutsu Kaisen'.

Ranking Oricon 2021 #3: ‘Jujutsu Kaisen’ retoma a liderança e permanece implacável nas vendas de 18 a 24 de janeiro

‘Jujutsu’ segue dominando e ‘Demon Slayer’ mantém ótimo desempenho.

Chegamos à terceira semana de Ranking Oricon 2021, mais uma semana marcada pelo sucesso de Jujutsu Kaisen, a mais nova sensação da Shonen Jump. A lista, que cobre o período de 18 a 24 de janeiro, não apresenta nenhuma surpresa para quem acompanha as vendas semanais desde o final do ano passado.

Vejamos a tabela com os 50 volumes e os já “tradicionais” comentários, além da lista de séries mais vendidas (ao final):

Imagem: Ordem das séries nos rankings: Jujutsu Kaisen #14; Jujutsu Kaisen #7; Jujutsu KAisen #12; Jujutsu KAisen #13; Jujutsu Kaisen #11; Jujutsu Kaisen #9; Jujutsu Kaisen #10; Jujutsu KAisen #8; Skip Beat! #46; Demon Slayer #11; Demon Slayer #10; Jujutsu KAisen #5; Jujutsu KAisen #6; Jujutsu KAisen #3; Jujutsu KAisen #1; Jujutsu KAisen #2; Demon Slayer #18; Jujutsu Kaisen #4; Demon Slayer #19 ; Demon Slayer #8 ; Demon Slayer #9; Demon Slayer #22; Demon Slayer #17; Demon Slayer #14; Demon Slayer #12; Demon Slayer #13; Demon Slayer #16; Demon Slayer Gaiden; Demon Slayer #15; Demon Slayer #7; Demon Slayer #20; Attack on Titan #33; Demon Slayer #23; Demon Slayer #21; Demon Slayer #7; Jujutsu Kaisen #0; Blue Period #9; Demon Slayer #2; Demon Slayer #5; Demon Slayer #3; Demon Slayer #1; Demon Slayer #4; Yofukashi no Uta #6; A Couple of Cuckoos #5; Spy x Family #6; Mao #7; My Hero Academia #29 ; Mushoku Tensei - Isekai Ittara Honki Dasu #14; LV2 kara cheat datta moto yuusha kouho no mattari isekai life #4; Hachinan tte, sore wa nai deshou #9.
Clique aqui para poder ver em tamanho maior (talvez seja necessário clicar com o botão direito em “Ver Imagem”).

Como adiantado na introdução, a semana não reservou nenhuma grande surpresa e trouxe a coroa de volta ao mangá de Gege Akutami.

Com 15 episódios do animê do estúdio Mappa, a popularidade vai de vento em popa, seguindo um curso quase que natural pelos próprios méritos da história, nada espetacular mas muito bem executada, e também por ocupar o vácuo deixado por Demon Slayer – Kimetsu no Yaiba que também continua a vender bem.

Imagem: Capa de 'Skit Beat!'.
Capa japonesa de ‘Skip Beat!’ 46 | Divulgação/Hakusensha.

Com 156.528 cópias do volume 14 (o mais atual), Jujutsu reassumiu o posto após uma queda drástica de Attack on Titan #33, 1º colocado no ranking da semana passada, com 226.752 exemplares vendidos, e 32º agora, com pouco mais de 1/3 em relação ao os 7 dias anteriores, 73.146 exemplares. Trata-se da 3ª semana seguida de AoT #33.

Observa-se inclusive uma diminuição no número de volumes vendidos em geral No ranking referente a 11-17 de janeiro, todos os 16 primeiros colocados (curiosamente, 15 volumes de Jujutsu Kaisen e um de Attack on Titan) haviam alcançado pelo menos as 100 mil cópias vendidas por edição, enquanto na lista dessa semana, apenas o líder conseguiu tal feito.

A curva descendente parece manter uma lógica de acordo com os lançamentos das editoras japonesas, que costumam acontecer na primeira semana o mês.

Dos 50 encadernados, gostaria de destacar a presença de Skip Beat! no top 10, com seu mais novo volume (46). A série de Yoshiki Nakamura é publicada há quase 20 anos pela Hakusensha – começou a sair em 2002 – e em dado momento chegou a fazer algum barulho por aqui (por scanlator, diga-se), mas nunca despertou interesse de nenhuma empresa brasileira.

Imagem: Capa do mangá 'Blue Period'.
Capa japonesa de ‘Blue Period’ 9 | Divulgação/Kodansha.

Vale também a menção a Blue Period #9 – obra cuja adaptação em animê foi anunciada recentemente. O mangá de Tsubasa Yamaguchi vem chamando cada vez mais atenção e tem toda a cara de que pode pintar por aqui (JBC ou NewPOP são favoritas, ao nosso ver).

O título da série é uma referência direta à chamada “Fase azul” de Picasso, que compreende a predominância do azul em seus trabalhos na metade da primeira década do século XX, e conta a história de um garoto que de repente vê sua vida mudada pela pintura.

O total de volumes vendidos por série demonstram a tendência que o ranking por volumes também apontava (com destaque para Haikyu!!, Kemono Jihen e Chainsaw Man, que não aparecem no ranking com nenhum volume específico, mas ainda assim tiveram números razoavelmente bons).

  1. Demon Slayer – Kimetsu no Yaiba, 1.668.297 cópias vendidas;
  2. Jujutsu Kaisen, 1.331.833 cópias vendidas;
  3. Attack on Titan, 259.209 cópias vendidas;
  4. Chainsaw Man, 153.250 cópias vendidas;
  5. Spy x Family, 101.509 cópias vendidas;
  6. My Hero Academia, 96.436 cópias vendidas;
  7. Skip Beat!, 90.771 cópias vendidas;
  8. Haikyu!!, 87.245 cópias vendidas;
  9. Kemono Jihen, 84.619 cópias vendidas;
  10. Blue Period, 83.985 cópias vendidas.

Fonte: Oricon

Publicidade
close