Finalmente a continuação do “Fly”! Remake do animê de ‘Dragon Quest’ adapta sequência inédita na TV

25º episódio encerra o que vimos na série antiga e abre caminho para novas sagas.

Quem nos anos 1990 conseguiu assistir por completo ao animê Fly – O Pequeno Guerreiro no SBT sempre se frustrava pelo final (que não era bem um final). A dúvida do que vem depois da luta contra Baran enfim será sanada no remake da série, Dragon Quest: The Adventure of Dai, que teve hoje (26) o lançamento do seu 25º episódio.

Atenção que tem spoiler!

Dai perde a memória em nova versão, mais fiel ao mangá. | Imagem: Reprodução/Crunchyroll

Algumas coisas mudaram nesse ponto em relação ao animê antigo. Acontece que na época que a série foi descontinuada, em 1992, o mangá original ainda estava longe de ser encerrado (ele só chegou ao fim em 1996). Por isso, os responsáveis pela adaptação animada tiveram que dar uma contornada para que houvesse algum mínimo desfecho, concluindo com uma aparente vitória de Dai pronto para seguir seu rumo.

Na versão de 2020/2021, o roteiro segue mais a história original dos autores Riku Sanjo e Koji Inada. Nela, o protagonista acaba perdendo toda a memória por conta de um ataque de seu pai, que recua prometendo buscá-lo.

O preview do próximo episódio dá um vislumbre dos Mestres dos Dragões, os novos inimigos que entram em ação após as ordens de Baran. Confira:

Quem viu o antigo e agora está acompanhado o remake, também deve ter notado a mudança de ritmo. A história agora é contada bem mais rápida, de encontro a forma que o novo público está mais acostumado, até porque o material base do mangá já está pronto e não há necessidade de “enrolar”. O que eram 46 episódios no primeiro animê agora são 25, partindo desse ponto para atravessar as sagas não contadas. Entre os segredos por vir estão o treinamento de Maam, uma nova forma monstruosa de Baran, a identidade de Bearn, o retorno de um personagem dado como morto… E muita coisa, já que tem mais de 2 terços do mangá pra virar animação ainda!

No Brasil, Dragon Quest: The Adventure of Dai é exibido oficialmente pela plataforma de streaming da Crunchyroll, com episódios legendados e estreia simultânea com o Japão todas as sextas, às 23h (a legenda em português não costuma ser pontual, mas ela chega).

Saiba mais sobre Dragon Quest e a primeira adaptação animada do “Fly” em nossa matéria especial para a J-Pédia.


E tem vídeo também

Fly – O Pequeno Guerreiro também foi tema recente de nossa série especial do TriviaBox em parceira com a Crunchyroll. Assista no link abaixo:


Dragon Quest é uma série de RPG da Square Enix, cujo primeiro título saiu em 1986 para o Famicon. Já Dragon Quest: The Adventure of Dai é originalmente um mangá seriado na Shonen Jump de 1989 a 1996, com 37 volumes compilados, inspirado nos jogos, com roteiro de Riku Sanjo e ilustrações de Koji Inada. A obra foi adaptada pela Toei Animation em uma animação de 46 episódios, exibida no Japão entre 1991 e 1992 (não cobrindo toda a história do mangá). A série também recebeu três filmes, com estreia em julho de 1991, março de 1992 e julho de 1992.

O animê veio para o Brasil sob o nome Fly, o Pequeno Guerreiro e foi exibido no SBT a partir de 1996. A história da série apresenta um garoto-órfão chamado Fly (Dai, no original), encontrado e adotado pelo monstrinho Blass na ilha Dermlin. O moleque passa a ser criado pelo monstro como se fosse seu neto, junto de Gome, uma criaturinha dourada em forma de gota com asas. A trama tem início quando Gome é raptado e Fly parte para resgatar seu amigo. Mais tarde, o pequeno valente conhece a bela Princesa Leona, filha única do Rei de Papunika, a qual lhe dá como lembrança a Adaga de Papunika, após ser salva por ele. Depois de descobrirem que o garoto possui uma estranha marca de dragão na testa, Fly recebe a visita do lendário Avan, um corajoso guerreiro que foi à Dermlin a mando do Rei para transformar o jovem num verdadeiro herói.

Em meio à sua longa jornada, Fly ganha a companhia de Pop e Maam, ambos também aprendizes de Avan. Além de fazer amigos, o garoto ainda tem de enfrentar os subordinados de Hadler, um demônio que fora derrotado anteriormente pelos “antigos heróis” (Avan incluso) e retornou para dominar o mundo graças aos poderes do “Grande Rei do Mal”.

 

Publicidade
close