Imagem: Sakura e Syaoran em 'Cardcaptor Salura'.

Cardcaptor Sakura: Reimpressão do mangá entra em pré-venda

Os dois primeiros volumes da Edição Especial já podem ser novamente comprados nas lojas!

Durante as festividades de 20 anos publicando mangás no Brasil, a editora JBC anunciou hoje (29) em sua live da JBC Festa a pré-venda da reimpressão Cardcaptor Sakura.

De acordo com o gerente de marketing, Edi Carlos Rodrigues, o formato dessa reposição será o mesmo do relançamento de 2012 – com tamanho 13,5 x 20,5 cm, cerca de 200 páginas em papel offset (além de paginas coloridas em papel couché) e capa cartão.

A reimpressão custa R$ 29,90, mas fica por R$ 23,90 na pré-venda. Os dois primeiros volumes estarão disponíveis nas lojas especializadas, porém na Amazon apenas o primeiro volume estará disponível pois a loja ainda tem em estoque o volume 2. Garanta a nova impressão clicando aqui .

No Brasil, a JBC publicou duas edições do mangá: a primeira, em meio tanko, totalizou 24 volumes sob o título Sakura Card Captors, herdando o nome utilizado pelo animê exibido pelo Cartoon Network, em 2000. A segunda, que voltará agora, chegou com o nome original e seguindo o formato japonês tankobon.


Fonte: JBC Festa


Criado como um mangá pelo grupo CLAMPCardcaptor Sakura foi publicado de 1996 a 2000 na revista Nakayoshi, reunindo 12 volumes. Os quadrinhos vieram para o Brasil pela JBC em 2001, sendo um dos primeiros lançamentos do gênero pela editora por aqui, com republicação em 2012 em edição especial.

A adaptação animada produzida pelo estúdio Madhouse (o mesmo de Death Note), entre 1998 e 2000, narra em 70 episódios as aventuras da pequena Sakura Kinomoto, uma estudante do ensino fundamental que libera sem querer dezenas de cartas mágicas de dentro de um livro. Com ajuda do antigo guardião dessas cartas, Kero, Sakura descobre poderes mágicos para recuperar cada uma delas e evitar que algo terrível aconteça.

A série veio para o Brasil com o nome Sakura Card Captors pelo canal por assinatura Cartoon Network, estreando juntamente com Sailor Moon R em 1º de novembro de 2000. Trazido pra cá pela hoje extinta distribuidora Cloverway, posteriormente o animê passou a ser apresentado pela Globo em TV aberta, ganhando também uma revista oficial pela Conrad. O 2º filme também foi lançado por aqui, direto em DVD. Entre o final de 2020 e início de 2021, foi reprisado pelo canal Loading, dessa vez contando com dublagem de trechos inéditos, assim como dos demais temas de abertura e encerramento.

Em 2016, o CLAMP iniciou o Clear Card Arc, uma continuação direta da série original, atualmente publicada pela JBC em simulpub. Essa nova série também ganhou um animê em 2018, exibido pela Crunchyroll.

 

Publicidade
close