Imagem: Josuke Higashikata, protagonista de 'Jojolion'.

JoJo: 9ª parte e spin-off são anunciados com fim de ‘Jojolion’

Nova parte está sendo provisioriamente chamada de ‘JOJOLANDS’.

Com a publicação do último capítulo de Jojo’s Bizarre Adventure: Jojolion, a 8ª parte da história de Hirohiko Araki, foi anunciada uma 9ª parte, chamada temporariamente de JOJOLANDS.

Além disso, também foi anunciado um spin-off da série, cuja seriação deve chegar no começo de 2022 (durante o inverno japonês). A autoria dessa obra será de Kouhei Kadono e Tasuku Karasuma.

Jojolion foi publicada de 2011 a 2021 na Ultra Jump, da Shueisha, com 26 volumes encadernados no Japão até o momento. Os eventos dessa fase dão sequência à fase anterior, Steel Ball Run. O fim próximo já era especulado há algum tempo.

A história começa 2011 e narra a vida de Josuke Higashikata, um jovem afetado por amnésia, em sua busca para descobrir a própria identidade em Morioh, cidade da costa japonesa afetada pelo terremoto Tohoku. No entanto, sua jornada o puxa, junto de sua família adotiva, para um negócio inacabado entre sua vida anterior e uma iminente ameaça.

No Brasil, Jojo’s Bizarre Adventure é publicado pela Panini e se encontra na 4ª parte, Diamond is Unbreakable.


Font: Natalie


JoJo’s Bizarre Adventure

JoJo no Kimyou na Bouken

Criado por Hirohiko Araki em 1987, JoJo’s Bizarre Adventure (JoJo no Kimiyou na Bouken) foi publicado na revista Weekly Shonen Jump até 2004, quando migrou para a revista Ultra Jump (dedicada a um público mais “maduro”), onde é editado até hoje, rendendo a marca de 129 volumes encadernados. No Brasil, a Panini publica uma edição com mais páginas por volume em comparação com o encadernado original, baseada em uma coleção japonesa chamada de bunkoban. Estão garantidos por aqui os 3 primeiros arcos: Phantom Blood (3 volumes, já publicados em formato impresso), Battle Tendency (4 volumes, em publicação) e Stardust Crusaders (10 volumes). No Japão, a saga se encontra em seu oitavo arco, conhecido como JoJolion.

A obra ganhou a primeira adaptação animada em 1993, com uma série de OVAs (animação lançada direta no mercado de vídeo) de 6 episódios e outra em 2000 com mais 7 episódios. Em 2007 ganhou um longa animado adaptando o arco Phantom Blood, com direção de Junichi Hayama. Finalmente, em 2012 começou a série de anime “definitiva”, com animação do estúdio David Production (Captain Tsubasa 2018). Esta última produção trouxe holofotes para JoJo no mundo todo, com um sucesso que garantiu a produção de mais temporadas – a última foi 4ª temporada, encerrada no último mês de julho adaptando o 5º arco do mangá, Golden Wind (ou Vento Aureo).

Todos os episódios do anime estão disponíveis com legendas em português pela Crunchyroll. A Netflix possui as duas primeiras partes e também o spin-off Kishibe Rohan.

Publicidade
close