Imagem: Protagonista de Balan Wonderworld.

Yuji Naka processou Square Enix por causa de ‘Balan Wonderworld’

Jogo “não finalizado” fica no meio de polêmica entre o ex-diretor e a desenvolvedora, acusada pelo primeiro de não se importar com jogos.

O desenvolvedor Yuji Naka, conhecido pelo seus trabalhos em Sonic, entrou uma polêmica envolvendo a Square Enix e o jogo Balan Wonderworld, lançado em março de 2021 com diversas críticas negativas. Três meses depois do lançamento, Naka deixou a empresa.

Hoje (28), no Twitter, ele alegou que foi removido do cargo de diretor do jogo por uma “ordem empresarial” cerca de 6 meses antes do lançamento, e que ele processou a Square Enix por isso. Com o fim do julgamento, e a ordem empresarial agora sem efeito, ele resolveu compartilhar mais detalhes.

Seriam dois ocorridos que levaram a remoção de Naka do time: um relacionado a uma ação de marketing com um YouTuber fazendo um cover de uma música (ao invés de usar a original – na opinião de Naka isso “apaga” o autor da trilha) e a codesenvolvedora Arzest, que teria enviado o jogo para lançamento sem corrigir diversos problemas.

Ele comentou acreditar que jogos deveria ser feitos pelo desejo de criar um bom jogo, e de ver os fãs curtirem ao comprarem, mas o “cronograma apertado” foi coisa do produtor do jogo na Square, e não dele. Além disso, ele teria tentado formas de corrigir o jogo até o final, mas não foi ouvido pelas desenvolvedoras. Por fim, ele acusa a Square e a Arzest de não se importarem com jogos ou os fãs.


Fonte: Yuji Naka

Publicidade
close