‘Schwarzes Marken’ faz sua estreia na TV aberta em nova grade da Crunchyroll TV

Programação conta com 10 animês diferentes indo ao ar semanalmente.

No ar pela Rede Brasil de Televisão desde abril de 2018, com constante rotatividade, o bloco Crunchyroll TV estreia uma nova grade a partir desta segunda-feira, 4 de maio. A grande novidade é a estreia de Schwarzes Marken (um dos primeiros animês dublados pela Crunchyroll, mas ainda inédito na TV), acompanhado das reprises de Free! Iwatobi Swim Club (que não havia sido reprisado após sua primeira passagem).

O bloco é exibido de segunda a sábado (exceto às quartas-feiras), a partir das 20h, sempre com dois animês diferentes, todos dublados em português. Ao todo, serão exibidos 10 títulos, começando a partir do 1º episódio de cada. Confira a grade abaixo.

Segunda-feira

  • 20h: Yamada-kun and the Seven Witches
  • 20h30: Akashic Records of Bastard Magic Instructor

Terça-feira

  • 20h: Death March to the Parallel World Rhapsody
  • 20h30: In Another World With My Smartphone

Quinta-feira

  • 20h: Free! Iwatobi Swim Club
  • 20h30: Rokka no Yuusha

Sexta-feira

  • 20h: Joker Game
  • 20h30: Bungo Stray Dogs – 1ª Temporada

Sábado

  • 20h: Saga of Tanya the Evil
  • 20h30: Schwarzes Marken

A Rede Brasil é um canal aberto em várias regiões do Brasil – não confunda com a TV Brasil (canal estatal) ou Canal Brasil (canal da Globosat). A emissora também está disponível em algumas operadoras de TV por assinatura, como SKY (canal 17), Oi TV (canal 10), Vivo TV (canal 237) e Algat Telecom (canal 717). Mesmo que tenham sido fundidas recentemente, Claro e NET mantém a distribuição de acordo com o pacote anterior. Logo, quem já tinha Claro TV pode acessar a Rede Brasil pelo canal 13. Já na “Claro NET”, a transmissão pelo canal 13 é exclusiva de São Paulo.


Sobre Yamada-kun e as Sete Bruxas

Yamada-kun and the Seven Witches (também conhecido como Yamada-kun to 7-nin no Majo) é originalmente uma série de mangá criada por Miki Yoshikawa, e publicada no Japão de 2012 à 2017, concluída com 28 volumes encadernados. A obra foi primeiramente adaptada como um drama televisivo com atores japoneses, em 2013. A versão animada foi produzida pelo estúdio Liden Films, e conta com 12 episódios e mais 3 OVAs.

Na história, um garoto comum do colegial chamado Yamada, certo dia esbarrou acidentalmente nas escadas com uma bela estudante, chamada Shiraishi. Quando ambos recobraram suas consciências, perceberam que haviam trocado de corpo e, juntos, descobrirão que este não foi o único acontecimento misterioso ocorrido na escola.

A versão brasileira foi feita pelo estúdio Dubbing Company, de Campinas. Todos os episódios, dublados e legendados, estão disponíveis pelo serviço de streaming da Crunchyroll.


Sobre Akashic Records of Bastard Magic Instructor

Originalmente uma série de light novels escrita por Taro Hitsuji, Akashic Records of Bastard Magic Instructor (Rokudenashi Majutsu Koushi to Akashic Records) começou a ser publicado em julho de 2014 através da editora Fujimi Shobo, e conta atualmente com 13 edições.

Em 2015, recebeu uma adaptação para mangá ilustrada por Aosa Tsunemi e baseada na história original de Hitsuji, com capítulos divulgados mensalmente na revista Shonen Ace, da Kadokawa Shoten, e compilada em 5 volumes encadernados até o momento.

Sua versão em animê produzida em 2017 pelo estúdio Liden Films (de Terra Formas) contou com direção de Minato Kazuto (As Miss Beelzebub Likes it.) e roteiro adaptado por Toko Machida (DIVE!!), com músicas de Hiroaki Tsutsumi (Orange).

A animação completa em 12 episódios ganhou dublagem realizada no estúdio Som de Vera Cruz, no Rio de Janeiro, que também dublou episódios da série Black Clover. Todos os episódios estão disponíveis na plataforma de streaming da Crunchyroll.

Sinopse pela Crunchyroll:
A Academia Imperial de Magia de Alzano está localizada no sul do Império Alzano, um dos maiores reinos mágicos, e é considerada uma das mais prestigiadas academias do mundo, onde estudantes podem aprender as formas mais elevadas de magia. Todos que desejam aprender magia sonham em estudar nessa academia, e tanto seus estudantes quanto seus professores têm orgulho de integrar sua história de 400 anos. Glenn Radars é um novo instrutor que foi escolhido para dar aulas em meio-período nessa respeitada academia. As aulas nunca antes vistas desse vagabundo imprestável estão prestes a começar!


Sobre Death March to the Parallel World Rhapsody

Publicada desde 2013, inicialmente pelo site independente Shosetsuka ni Naro e posteriormente pela Fujimi Shobo (que adquiriu os direitos), Death March to the Parallel World Rhapsody (Desu Machi Kara Hajimaru Isekai Kyousoukyoku) é originalmente uma light novel escrita por Hiro Ainana.

Com 16 volumes até então, virou mangá em 2014, nas mãos de um artista que se intitula Ayamegumu. A versão em quadrinhos, também publicada em revistas da Fujimi, já conta com 8 volumes.

A versão animada só chegou em janeiro de 2018, com animação do estúdio Silver Link (de Fate/kaleid liner Prisma Illya) e direção de Shin Onuma.

A animação completa em 12 episódios ganhou dublagem realizada no estúdio Wan Marc, no Rio de Janeiro, que também dublou a série Youjo Senki. Todos os episódios estão disponíveis na plataforma de streaming da Crunchyroll.

Sinopse pela Crunchyroll:
“Satou,” também conhecido como Ichiro Suzuki, é um programador no meio de uma marcha da morte. Ele só foi tirar um cochilo, mas sem querer acordou em outro mundo… Diante da tela de menu do jogo no qual ele estava trabalhando antes de adormecer. Ele é um personagem completamente novo, ainda no nivel 1. De repente, um grupo numeroso de homens-lagarto aparece diante dele. Para sobreviver, Satou usa uma Chuva de Meteoro – e com isso, sobe para o nível 310 e fica cheio da grana. Seja sonho ou realidade, a jornada de Satou está só começando. 


Sobre In Another World with My Smartphone

Com roteiros de Patora Fuyuhara e ilustrações por Eiji Usatsuka (Zero no Tsukaima), In Another World with My Smartphone (Isekai wa Smartphone to Tomo ni) é originalmente uma série de light novels, publicada no Japão desde 2015. Atualmente já são 14 volumes, que também deram origem a uma série em quadrinhos em 2016, ilustrada pelo artista Soto.

Na história, um jovem de 15 anos chamado Touya Mochizuki tem a chance de receber uma nova vida após ser morto por acidente pelo próprio Deus. Porém, não podendo ressuscitá-lo no mesmo mundo, Deus envia Touya para uma realidade alternativa, e deixa que ele faça um único pedido especial – o pedido do garoto acaba sendo ter o seu smartphone junto a ele novamente. Em um mundo fantasioso com o seu fiel celular (modificado para funcionar neste mundo), Touya tem suas habilidades aprimoradas e segue fazendo amizades com diversas pessoas (mulheres, principalmente), viajando por aí em missões diversas sem muitas preocupações.

A animação do Production Reed (Cyber Team in Akihabara) surgiu em 2017, com 12 episódios dirigidos por Takeyuki Yanase. Todos os episódios estão disponíveis na plataforma de streaming da Crunchyroll.


Sobre Free! Iwatobi Swim Club

Free! Iwatobi Swim Club estreou no Japão em 2013, com animação do estúdio Kyoto Animation (Violet Evergarden) e direção de Hiroko Utsumi (Banana Fish). A série acompanhou também uma light novel de 2 volumes escrita por Kouji Oji, com ilustrações de Futoshi Nishiya.

Ganhou sequência animada no ano seguinte, somando 25 episódios com as duas temporadas, além de ter rendido especiais e filmes. A terceira temporada (Free! -Dive to the Future-) estreou em julho de 2018, rendendo mais 12 episódios.  A série completa está disponível no Brasil com legendas pela Crunchyroll, e dublagem para a 1ª temporada.

Sinopse pela Crunchyroll:
Na história, Haruka Nanase é apaixonado pela água e fanático por natação. No fundamental, ele venceu uma prova de revezamento com seus três amigos Rin Matsuoka, Nagisa Hazuki, e Makoto Tachibana. Após esta vitória, cada um dos quatro amigos seguiu seu próprio caminho, mas se reencontraram ao virar colegas de colegial. Contudo, Rin não quer saber de fazer as coisas voltarem a ser o que eram – seu único objetivo de vida é provar que é um nadador melhor que Haruka. Após esse amargo reencontro Haruka, Nagisa, e Makoto foram o Clube de Natação do Colégio Iwatobi, mas precisam de um quarto membro para participar do próximo torneio. Eis que Nagisa recruta Rei Ryuugazaki, ex-membro da equipe de atletismo. À medida que a competição se aproxima, os quatro forjam laços firmes e treinam intensamente para vencer e resolver a rixa entre Haruka e Rin de uma vez por todas.


Sobre Rokka no Yuusha

Com história de Ishio Yamagata e arte de Miyagi, a light novel foi publicada em agosto de 2011 pela editora Shueisha e 6 volumes foram lançados até julho de 2015. Um spin-off foi lançado em março de 2016 com o título Rokka no Yuusha Archive 1.

Em fevereiro de 2012 uma adaptação em mangá começou a ser publicada na revista Super Dash & Go! (Campione!, Ben-To Another: Ripper’s Night), agora com a arte de Kei Tooru (Akame ga Kill! Zero), sendo finalizada em novembro de 2014.

O animê foi lançado em 2015, com animação do estúdio Passione (Citrus, High School DXD Zero) e direção de Takeo Takahashi (So, I Can’t Play H!, Maoyu~ Archenemy & Hero). Logo após o encerramento da série de TV, foi lançado junto aos DVDS um especial de 3 episódios com 11 minutos.

Sinopse pela Crunchyroll: Diz a lenda que quando o Deus do Mal despertar das profundezas das trevas, o Deus do Destino invocará os Seis Bravos e concederá a eles o poder de salvar o mundo. Adlet, que diz ser o mais forte na face de terra, é escolhido como um dos Bravos das Seis Flores e segue rumo à batalha para impedir que o Deus do Mal renasça. No entanto, sete Bravos acabam se reunindo na terra prometida.


Sobre Joker Game

Joker Game é originalmente uma série de novels pelo autor Kouji Yanagi, publicada pela editora Kadokawa Shoten entre 2008 e 2016 , totalizando 4 volumes com curtas histórias.

A série rendeu algumas adaptações em mangá e até um filme live-action, até que, finalmente, em abril de 2016 começou a ser exibida a adaptação em animê, com animação do estúdio Production I.G (Ghost in the Shell, Usagi Drop) e direção de Kazuya Nomura (Robotics;Notes). Dublado em português pelo estúdio paulista Unidub, todos os episódios estão disponíveis na plataforma de streaming da Crunchyroll.

Sinopse pela Crunchyroll:
No outono de 1937, com as brasas da Segunda Guerra Mundial começando a arder, o Tenente-coronel Yuuki, do Exército Imperial, estabelece secretamente uma organização de espionagem chamada Agência D. Os escolhidos para fazerem parte da agência são civis graduados em universidades que passaram com excelência nos processos seletivos aos quais foram submetidos. Com o engenhoso Tenente-coronel Yuuki, eles aprendem a mexer com pólvora, comunicação sem fio, veículos e aviões, além de várias habilidades essenciais a espiões, de furtos a arrombamentos. “Não morra. Não mate.


Sobre Bungo Stray Dogs

Bungo Stray Dogs gira em torno de várias figuras literárias do Japão, como Atsushi Nakajima, o protagonista que possui uma habilidade especial de transformar-se num tigre branco com força monstruosa e rápida capacidade de regeneração, mas que na vida real foi um importante escritor japonês. Nesta história, Atsushi passa a integrar uma organização chamada Agência de Detetives Armados, tornando-se o responsável pela investigação de inúmeros casos incomuns que nem a polícia ou os militares são capazes de resolver.

As três temporadas da série de animê são exibidas oficialmente no Brasil via streaming pela Crunchyroll, com as duas primeiras trazendo também opção de dublagem (realizada no estúdio Unidub, de São Paulo). A plataforma também exibe o filme DEAD APPLE, que chegou a ser exibido nos cinemas brasileiros.

O mangá, criado pela dupla Kafka Asagiri e Sango Harukawa, já possui 18 volumes encadernados no Japão. Atualmente, ele é publicado aqui pela editora Panini – confira nossa resenha do 1º volume.


Sobre Saga of Tanya the Evil

Criado por Carlo Zen como uma light-novelYoujo Senki (que recebeu o título internacional de Saga of Tanya the Evil) teve início em outubro de 2013, publicação que ainda está em andamento, com arte de Shinobu Shinotsuki (que também assina o design de personagens da versão animada). Em abril de 2016 é lançada a adaptação em mangá, com arte de Chika Toujo (Code Geass: Soubou Oz) – publicada no Brasil pela Panini.

Em 2017 estreou a versão animada, com animação do recente estúdio NUT e direção de Yutaka Uemura (Punch Line). A Crunchyroll exibe todos os episódios da série e também o filme derivado, ambos com opção de dublagem em português.

Sinopse pela Crunchyroll: Junho de 1923. Uma jovem garota loira de olhos azuis, Tanya Degurechaff, estuda no último nível na Academia Militar Imperial e treina na terceira linha de patrulha do distrito militar do norte, o Norden Theater, como parte de seu serviço para as forças armadas. Na transição, Tanya é apontada para tarefas de observação, mas um ataque surpresa força Tanya a entrar em combate com as tropas de magos da Federação. Tanya está em menor número e não resistirá até a chegada de reforços, mas não pode fugir, sob pena de ser condenada ao crime de deserção. 


Publicidade
close