Desenvolvedora de ‘Pokémon GO’ anuncia doação de 10 milhões de dólares para causas diversas

Sucesso de Pokémon GO Fest 2020 dobrou a meta inicial da Niantic.

No começo de junho, a Niantic soltou um comunicado se comprometendo a converter ganhos com ingressos da Pokémon GO Fest em doações para organizações ajudando contra a COVID-19, além de ações para a comunidade preta dentro do universo de jogos, com uma meta inicial de 5 milhões de dólares (25,9 milhões de reais). Após o evento, ocorrido no último final de semana, a Niantic informou que o valor passou dos 10 milhões (51,8 milhões de reais).

Essa foi a primeira edição virtual da Pokémon GO Fest. No evento, jogadores se reúnem para se divertir, batalhando, trocando presentes ou cumprindo missões especiais. Segundo a Niantic, participantes de mais de 124 países e regiões estiveram presentes. A empresa agradeceu a todos pelo sucesso.


Fonte: Niantic


Os primeiros jogos de Pokémon foram Red e Green (no Japão), lançados em 1996 para Game Boy. O lançamento internacional, no entanto, foi das versões Red e Blue, em 1998, levemente modificadas (posteriormente seria lançada a versão Yellow).

A franquia faz, desde então, enorme sucesso mundial, tendo também animês, mangás, diversos tipos de produtos licenciados além, de claro, vários outros games. Cada vez que um jogo com novos Pokémons é lançado, considera-se ser uma “nova geração”. Atualmente, estamos na oitava geração da série.

Em toda estreia de jogo da série principal, uma animação para TV é produzida se passando no novo continente. Mas, com as facilidades das redes sociais, a Pokémon Company vem diversificando o conteúdo por outros meios, oferecendo uma série de opções pelo Youtube (atualmente Twilight Wings é uma animação postada exclusivamente nessa plataforma de vídeo) e aplicativos.

A série animada principal conta a história de Ash Ketchum (Satoshi, no original em japonês), um aspirante a treinador de Pokémon. Ao lado de Pikachu, seu primeiro Pokémon, Ash inicia a jornada para se tornar um mestre, desbravando regiões, conhecendo novos amigos e enfrentando os planos malignos da Equipe Rocket – uma corporação que sequestra Pokémon poderosos, mas que frequentemente é representada por um trio de vilões atrapalhados.

Na virada de 1999 para o ano 2000 foi febre ao ser exibido no Brasil pela TV Record e Cartoon Network, rendendo álbuns de figurinhas, roupas, CDs, tazos, brinquedos diversos, revistas oficiais e uma infinidade de produtos relacionados. Posteriormente, também teve temporadas exibidas na Rede Globo e RedeTV!, além de ter algumas fases disponíveis na Netflix e Prime Video.

A franquia segue firme nas principais mídias. Em breve, a nova temporada, chamada Jornadas Pokémonestreia no Brasil pelo Cartoon Network.

Publicidade
close