Imagem: Hime, da Crunchyroll, à venda.

Quem dá mais? Segundo rumores, AT&T negocia venda da Crunchyroll

Sony, dona da Funimation, seria uma das interessadas em comprar a Crunchyroll.

O The Information soltou na última quarta-feira (12) uma reportagem exclusiva informando que a AT&T (dona da WarnerMedia) teria proposto a venda da Crunchyroll à Sony por 1,5 bilhão de dólares. Esse preço estaria bem acima de outras plataformas de streaming de nicho e a Sony estaria um tanto hesitante em pagá-lo. O site já havia informado há alguns meses que a AT&T estava buscando vender o serviço.

A Crunchyroll recentemente anunciou ter chegado a 3 milhões de assinantes pagos (número relativamente baixo, considerando sua disponibilidade em 22 países). Esse preço colocaria cada usuário premium “valendo” 500 dólares. Anteriormente, a AT&T teria avaliado o serviço ao preço de 400 dólares por assinante.

Segundo a Variety, esse valor realmente é bem mais alto do que a AT&T espera ganhar pelo serviço – é normal, nessas negociações, fazer uma proposta esperando uma contra-proposta mais baixa. Mesmo assim, a expectativa seria vender por pelo menos 1 bilhão de dólares. O conglomerado estaria tentando vender várias propriedades de valor com o objetivo de pagar parte de uma dívida de 151 bilhões de dólares, tendo conversado com vários outros potenciais compradores.

Em uma comparação um tanto rasa, a Netflix hoje possui valor de mercado de 205,92 bilhões de dólares, com 190 milhões de assinantes. Isso colocaria a plataforma mais famosa valendo, pelo menos, 1.083 dólares por assinante, o dobro do valor pedido pela AT&T para um serviço com número de assinantes 60 vezes menor (mas a Netflix não tem usuários gratuitos e possivelmente se venderia por um lance mais alto).

A Sony é também dona da Funimation e, numa eventual compra da Crunchyroll, teria quase monopólio sobre os serviços de streaming com simulcast de animê. A Funimation está vindo ao Brasil, com previsão de chegar no último trimestre do ano. A empresa até chegou a ter uma parceria com a Crunchyroll, de 2016 a 2018, encerrada após a compra da Otter Media (dona da Crunchyroll) pela AT&T.


Fonte: ANN, The Information e Variety

Publicidade
close