Imagem: Spike de óculos em 'Cowboy Bebop'.

Cowboy Bebop: Produção da série live-action da Netflix volta nesta semana

Filmagens foram interrompidas ano passado, após lesão de John Cho, que vai interpretar o protagonista Spike.

Segundo o site Deadline, a série live-action de Cowboy Bebop, bancada pela Netflix, está programada para retomar a produção amanhã (30) na Nova Zelândia. As gravações foram interrompidas no ano passado, após John Cho (Spike) se lesionar no set de filmagens.

A pandemia provavelmente atrasou o retorno da produção, já que as medidas do governo para conter a COVID-19 causaram a suspensão de filmagens no país. Contudo, gravações estão permitidas desde maio, seguindo algumas exigências protocolares de segurança.

Essa série é coproduzida por Tomorrow Studios, Midnight Radio e a própria Sunrise, responsável pela animação original. O diretor do animê, Shinichiro Watanabe, está atuando como consultor. Devem ser produzidos 10 episódios.


Fonte: Deadline


Cowboy Bebop foi concebido como uma série animada do estúdio Sunrise em 1998. O enredo é ambientado em um futuro onde a humanidade expande territórios no espaço e pode viajar rapidamente de um planeta ao outro. Nessa realidade, a criminalidade pelo universo aumenta assustadoramente, fazendo com que se crie a “Lei Cowboy”, que permite que qualquer cidadão comum possa caçar criminosos em troca de recompensas.

Os 26 episódios do animê foram exibidos no Brasil pelo extinto canal Locomotion, no começo dos anos 2000. O título virou um “cult” das animações japonesas, aquele tipo de série que supera o nicho e agrada em cheio ao público geral.

A versão em mangá foi lançada por aqui pela JBC e o filme baseado na série recebeu uma ótima versão brasileira no Rio, sendo exibido em alguns cinemas e lançado em DVD.

O animê chegou a ter uma curta exibição também pelo canal i.Sat, com idioma em inglês. A série vai estar na estreia da Funimation no Brasil.

Publicidade
close