O Gênio Maluco: Nova série estreia no catálogo da Crunchyroll

Animê dá sequência ao clássico da Tatsunoko do fim dos anos 1960!

A sequência comemorativa do clássico O Gênio Maluco chegou hoje (15) ao catálogo da Crunchyroll. Na plataforma, o animê leva o título internacional de Genie Family 2020, estando disponível já com os 20 episódios dessa temporada, com idioma original e legendas em português. A distribuição é da VIZ Media.

Conhecida no Japão como Hakushon Daimaoh, a série original, produzida pela Tatsunoko (a mesma de Speed Racer) estreou no Japão em 1969. Esse novo animê chegou à TV oriental em abril desse ano e se passa 50 anos depois, trazendo a Geniazinha (Akubi) como personagem principal. A escolha da filha do gênio como protagonista não é novidade, já que ela foi utilizada como foco em produções derivadas mais recentes da marca (Yobarete Tobidete Akubi-chan, em 2001, e o filme Pandora to Akubi, lançado em 2018).

A exibição começou em abril na TV japonesa e inclui no elenco de personagens o pequeno Puuta (reforce a sua maturidade, por favor), o filho mais novo que apareceu pela primeira vez em uma web-série “live-action” nonsense lançada no YouTube em 2018, e o garoto Kantaro, neto do Zeca (Kan).

O anúncio da exibição do animê para o Ocidente pela VIZ foi dada em agosto. Na ocasião, a empresa também revelou que adquiriu direitos para TV, home-video e para desenvolvimento de produtos.


Fonte: Crunchyroll


O Gênio Maluco | (c) 1969 Tatsunoko

Lançado no Japão em 1969, com produção do estúdio Tatsunoko, O Gênio Maluco (Hakushon Daimaoh) chegou ao Brasil pela distribuidora Network em algum momento dos anos 1970, sendo exibido até meados dos 80, com sua versão original passando pela Record, SBT Band. Depois, em uma versão editada nos Estados Unidos pela Saban, foi exibido como Bob, o Gênio pela Globo.

Focado na comédia de situações, as histórias dos episódios não seguiam nenhuma saga. Certo dia, o pequeno Zeca (Kan no Japão) encontra em seu porão uma estranha garrafa com cara de palhaço. A poeira local faz o garoto espirrar e de dentro dessa garrafa surge um Gênio (Hakushon) nada convencional. O ser não é capaz de realizar os desejos direito e some a cada novo espirro de Zeca. Junto a esse Gênio, moram na garrafa também a sua filha, Geniazinha (Akubi) e sua mulher (Eppah).

Além da série de 1969, outros derivados surgiram a partir de 2001, com a série spinoff Yobarete Tobidete Akubi-chan, focada na Geniazinha. É ela também que estrela o filme Pandora to Akubi, lançado em 2018 em uma co-produção com o XFLAG.

Em 2013, O Gênio Maluco também inspirou um especial live-action. Já em outubro de 2018, outra série “live-action” foi lançada no YouTube. Em um canal dedicado, atores vestem fantasias de espuma dos personagens e interagem com civis, sejam desconhecidos ou personalidades (como integrantes do grupo musical AKB48, por exemplo). Na história da web-série, o Gênio está com uma dívida de 100 milhões de ienes e decide se tornar um youtuber junto de sua filha para tentar quitar o rombo. Em dezembro do mesmo ano, um novo personagem foi criado para aumentar a família. Chamado Puuta-kun (ぷぅ), ele é o filho mais novo do Gênio, detesta a derrota e encara sua irmã mais velha como sua grande rival.

Publicidade
close