Imagem: Goku dando kamehameha em 'FighterZ'.

‘Dragon Ball FighterZ’ entra no Game Pass em outubro (AT)

Assinantes do GamePass no Xbox One e Xbox Series poderão jogar o game sem custo adicional a partir desta quinta-feira, 21 de outubro!

A Microsoft revelou a chegada de Dragon Ball FighterZ, aclamado jogo de luta de Dragon Ball lançado em 2018, ao Game Pass em 21 de outubro. Segundo informado, o jogo só entra nas bibliotecas dos Xbox One e Xbox Series, não chegando para PC.

O Game Pass é um serviço no qual o usuário paga por uma assinatura, que dá acesso a uma biblioteca de jogos. Enquanto o serviço estiver ativo, é possível jogar tudo que está disponível. Sendo originalmente um serviço do Xbox, para jogar pelo PC é preciso instalar o aplicativo do XBox no PC.

Assinantes pagos da Crunchyroll têm 3 meses de gratuidade no serviço para PC, mas esse serviço não inclui, ao menos por enquanto, o jogo de Dragon Ball.

FighterZ é desenvolvido pela Arc System Works, com publicação da Bandai Namco para PlayStation 4, Xbox One, Nintendo Switch e Steam.

ATUALIZAÇÃO:

O jogo entrou no XCloud do Game Pass Ultimate, então quem tem o plano pode aproveitar pelo PC.

Atualizado pela última vez em 22 de outubro de 2021, às 22h19.

Fonte: Xbox Wire


O JBox participa de uma parceria comercial com a Amazon, podendo ganhar um valor em cima das compras realizadas a partir dos links do site. Contudo, o JBox não tem responsabilidade sobre possíveis erros presentes em recursos integrados ao site mas produzidos por terceiros.


Dragon Ball surgiu como mangá em 1984, sendo uma criação de Akira Toriyama, que anteriormente já tinha emplacado no Japão o sucesso Dr. Slump. Adaptando livremente o conto chinês Jornada ao Oeste, começa contando a história do pequeno Goku, um garoto com uma força extraordinária e um rabo de macaco, que viveu até então isolado da humanidade. Sua vida muda quando uma jovem aventureira chamada Bulma o conhece, procurando por uma das lendárias Esferas do Dragão. Juntos eles entram numa jornada atrás das 7 esferas existentes, que reunidas podem conceder qualquer desejo.

Os quadrinhos viraram uma série animada em 1986, pela Toei Animation. Após 153 episódios, continuou com o título Dragon Ball Z, a partir de 1989. Com os personagens mais velhos, em Dragon Ball Z o foco se consolida na ação, com Goku e outros lutadores enfrentando grandes ameaças contra a Terra.

O mangá original foi publicado no Brasil a partir de 2000, pela Conrad Editora e posteriormente foi republicado pela Panini. O animê Dragon Ball estreou no Brasil em 1996, pelo SBT, que exibiu 60 episódios dublados pela Gota Mágica. Em 2002, a série teve todos os episódios exibidos pela Rede Globo, com uma redublagem pela Álamo, finalizada pela DPN. Uma outra reprise, dessa vez com todos os episódios dublados na Álamo, aconteceu posteriormente no Cartoon Network e Tooncast. Alguns episódios também ficaram disponíveis pelo NOW.

Dragon Ball Z estreou no Brasil pelo Cartoon Network e Bandeirantes em 1999, sendo exibido também pela Rede Globo a partir de 2001. Mais recentemente, teve exibição em HD pela Rede Brasil e teve alguns episódios disponíveis pelo NOW. A Panini publica atualmente uma Edição Definitiva do mangá original.

Dragon Ball Super, sequência da história da série de TV produzida em 2015, é exibido pelo Cartoon Network (na TV) e na Crunchyroll (streaming). Um mangá derivado é publicado pela Panini.

Publicidade
close