imagem: divulgação dos personagens de Kamen Rider Black Sun

Kamen Rider Black Sun: Novos visuais são revelados

Filme reboot da série ‘Kamen Rider Black’ estreia no final deste ano.

O site oficial do projeto Kamen Rider Black Sun divulgou neste sábado (19) novos visuais de personagens. Anteriormente tivemos uma visão parcial do herói-título, quando seu visual foi divulgado em novembro de 2021 (com aparência bem ao estilo das figures dos Kamen Riders da famosa linha Super Imaginative ChogokinS.I.C., comercializada no Japão pela Bandai). Agora temos mais detalhes de seu traje.

A novidade mesmo é o visual do vilão Kamen Rider Shadow Moon, que não havia sido revelado quando o visual de Black Sun foi divulgado – seguindo o mesmo padrão de Black Sun e mantendo a cor de prata do traje.

A moto Battle Hopper também será repaginada e foi projetada pela Cherry’s Company. A empresa de motocicletas também desenvolveu uma moto para Shadow Moon, algo que não existia na série de 1987. Confira:

 

O diretor Kazuya Shiraishi ainda falou sobre as conclusões das filmagens (tradução livre): “Estou esgotado. Sou apenas puras cinzas brancas agora. Só tenho a agradecer à equipe de filmagem e ao elenco por dar tudo de si. Minha sincera gratidão vai para eles agora por fazerem uma produção realmente interessante que eu quero que todos vejam em breve. As filmagens foram concluídas, mas agora estamos passando para os retoques finais. Com uma mente fresca, vou colocar todo o meu poder para tornar isso o melhor possível. Todos, por favor, esperem por isso!”

Hidetoshi Nishijima (50) será Kotaro Minami, o alter ego de Kamen Rider Black Sun. E Tomoya Nakamura (35) será Nobuhiko Akizuki, o alter ego de Kamen Rider Shadow Moon (sim, o vilão será mesmo um Rider nesta versão).

Nishijima estará, inclusive, no filme Shin Ultraman. Curiosamente, ele dublou o astro Ryan Reynolds no filme Pokémon: Detetive Pikachu (2019) e é também o ator principal do filme Drive My Car, indicado ao Oscar 2022.

Kamen Rider Black Sun tem direção de Kazuya Shiraishi (KyoakuThe Blood of Wolves), roteiro de Izumi Takahashi (Tokyo Revengrs), criação de conceitos visuais por Shinji Higuchi (EvangelionShin Ultraman) e direção de efeitos especiais de Kiyotaka Taguchi (Ultraman OrbUltraman Trigger: New Generation Tiga).

Inicialmente previsto para estrear no primeiro semestre, o filme reboot Kamen Rider Black Sun – baseado na série Kamen Rider Black (1987) – estreia no outono japonês (entre setembro e dezembro) deste ano.


Fonte: Toei Company via Tokusatsu Network


Kamen Rider Black

Foto: Divulgação/Toei

Kamen Rider Black foi exibido pelas emissoras japonesas TBS e MBS, de 4 de outubro de 1987 a 9 de outubro de 1988, totalizando 51 episódios (e mais dois para o cinema). Sendo a oitava série da franquia dos motoqueiros mascarados, a proposta inicial era ser um “marco zero”. Ou seja, um novo começo e sem relação com seus antecessores (mas essa ideia logo foi descartada).

A trama envolve os irmãos adotivos Issamu Minami (Kotaro Minami) e Nobuhiko Akizuki, que nasceram durante um eclipse solar e foram destinados a disputarem pelo título de Imperador Secular do satânico Império Gorgom. No dia em que completaram 19 anos, Issamu e Nobuhiko foram submetidos a uma metamorfose para se tornarem Black Sun e Shadow Moon, respectivamente. Apenas Issamu consegui escapar, mas adquiriu superpoderes. Como Kamen Rider Black, o jovem enfrenta os monstros da semana enviados pelos sacerdotes de Gorgom. O nascimento de Shadow Moon marca o início da fase final da série, marcada pela morte e ressurreição do “homem mutante”.

Em 1995, a Manchete exibiu a sua continuação, Kamen Rider Black RX (de 1988). Issamu Minami ganha novos poderes e passa a enfrentar os invasores espaciais do Imperio Crisis. Durante a trama, RX ganha duas formas: Robo Rider e Bio Rider. Black RX foi adaptado nos EUA para o bizarro Saban’s Masked Rider, que foi exibido no Brasil pelo extinto canal pago Fox Kids, ao mesmo tempo que a versão original era exibida na TV aberta. Atualmente os direitos de Black RX estão expirados desde quando a Disney era a detentora de Power RangersVR Troopers e Beetleborgs na década de 2000.

Publicidade
close