Imagem: Mohammad bin Salman apontando o dedo indicador e personagens da SNK ao fundo.

Príncipe saudita é dono de quase 100% das ações da SNK

Fundação de Mohammad bin Salman detém agora 96,18% da desenvolvedora japonesa.

A Fundação de Caridade de Mohammad bin Salman, o Príncipe da Coroa da Arábia Saudita, investiu mais de 753 bilhões de won sulcoreanos (mais de 2,8 bilhões de reais) comprando ações da SNK (a negociação foi feita pela bolsa da Coreia do Sul), tornando-se dona de 96,18% da empresa de jogos.

Em 2020, a fundação dele comprou 33% das ações, e prometeu ainda comprar mais 17% – ficando com mais da metade da SNK. Agora, compraram ainda mais ações.

A SNK é uma desenvolvedora de jogos japonesa conhecida pelos títulos de luta Samurai Shodow e King of Fighters e também pela franquia de run and gun (jogo 2D de correr, pular e atirar) Metal Slug. A compra deve gerar controvérsias dado o histórico da Arábia Saudita em desrespeitar os direitos humanos.

Em 2019, por exemplo, o país executou publicamente 37 civis acusados de terrorismo, com confissões um pouco definidas como “estranhas” por alguns veículos jornalísticos. O príncipe também é suspeito de ter ordenado o assassinato do jornalista Jamal Khashoggi, crítico ao governo – ele nega as acusações.


Fonte: SNK via ANN

Publicidade
close