imagem: ilustração promocional de Science Fell in Love, So I Tried to Prove it

Crunchyroll estreia dublagem da sequência de ‘Science Fell in Love, So I Tried to Prove it’

Novos episódios chegam toda sexta-feira, porém a 1ª temporada permanece sem dublagem.

Está disponível desde ontem (22) na Crunchyroll a versão dublada do 1º episódio de Science Fell in Love, So I Tried to Prove It r=1-sinθ. A nova temporada estreou legendada na plataforma no dia 1º de abril, com novos episódios indo ao ar toda sexta-feira – agora também haverá um novo episódio dublado chegando semanalmente.

A versão brasileira é um trabalho do estúdio Dubrasil, de São Paulo, com direção de André Rinaldi. O elenco principal traz Jéssica Marina (Akame de Akame Ga Kill!) como Ayame Himuro, Will Arruda (Gido em That Time I Got Reincarnated as a Slime) como Shinya Yukimura, Luiza Caspary (Haumea em Fire Force) como Kotonoha Kanade e Thay Marciano (Albedo em Overlord) como Ena Ibarada.

Vale lembrar que a primeira temporada do animê não foi dublada até o momento. Ela também pode ser acessada no catálogo da Crunchyroll, mas apenas legendada.

Science Fell in Love, So I Tried to Prove It (Rikei ga Koi ni Ochita no de Shoumei Shite Mita) adapta o mangá de Alifred Yamamoto, seriado na plataforma digital Comic Meteor da G-Mode, desde 2016, com 13 volumes compilados até o momento (inéditos no Brasil).

A trama se passa na Universidade de Saitama, trazendo os pesquisadores Shinya Yukimura e Ayame Himuro, dois cientistas de dados. Quando Ayame diz a Shinya que se apaixona por ele, os dois concordam em abordar a questão com “experimentos científicos”, incluindo medir seus batimentos cardíacos em diversos contextos. Seus colegas de laboratório também entram na brincadeira.

A produção é do estúdio Zero-G, com direção de Toru Kitahata (Hinako Note). O roteiro é supervisionado por Rintarou Ikeda (Magical Senpai), mas conta ainda com Michiko Yokote (Shirobako).


Fonte: Crunchyroll

Publicidade
close