Entrevista: Márcio S. Reginnette, da CD & DVD Factory

Empresário fala sobre Sailor Moon S em DVD.

Quem não conhece uma loirinha burrinha e chorona, com longas maria-chiquinhas, que se veste com roupa de marinheiro e luta em nome do amor e da justiça, pode se preparar: Sailor Moon está chegando com tudo e mais um pouco dentro de um plano de relançamento executado pela Toei Animation e que teve seu pontapé inicial na Itália – com bastante êxito diga-se de passagem.

No Brasil, os fãs estão ansiosos com a chegada dos DVDs da série que foram anunciados no final de 2010, mas  muitas dúvidas em torno destes pairam no ar. A fim de esclarece-las, conversamos com Márcio S. Reginnette, da CD & DVD Factory, empresa que será a responsável pelo lançamento. Confiram a seguir:

O que motivou a CD & DVD Factory a apostar no lançamento dos DVDs de Sailor Moon no mercado brasileiro?

Em primeiro lugar foi o apelo, ou digamos, o clamor dos fãs pelo retorno da série ao Brasil. O fato de a propriedade pertencer à Toei Animation e trabalhada em nosso país pela Angelotti Licensing contribuiu bastante para que as negociações fossem bem sucedidas. Além disso, o plano de relançamento mundial da série proporcionou uma maior facilidade de obter os direitos do material, que estava há anos inegociável.

Neste momento a maior dúvida dos fãs da série no Brasil é: porque vão lançar a partir da 3ª fase (Sailor Moon S) e não desde a 1ª, chamada pelos fãs de Sailor Moon Classic?

É preciso entender que a própria Toei Animation foi quem disponibilizou a fase S para que o lançamento ocorresse. É parte dos planos da empresa para o relançamento da série na América Latina. Entre não ter nenhum material e a fase S, uma das melhores segundo a opinião dos próprios fãs, optamos por começar por essa temporada.

Todos os episódios foram adquiridos ou a compra se dará de acordo com o retorno comercial dos DVDs?

Foram adquiridos 21 dos 38 episódios. Não pelo fato de programarmos o restante apenas se haver retorno comercial, mais sim por não haver tempo hábil de lançarmos toda a série dentro do prazo estipulado pela Toei. Mas já está firmado no contrato o licenciamento dos episódios restantes.

Os episódios serão disponibilizados em discos avulsos ou será adotado o padrão de Boxes para o lançamento?

Inicialmente em disco avulsos, principalmente pelo tempo estar muito curto, a previsão é que o material comece a ser lançado já em março. Mas acredito que para o 2º ou 3º DVD já possamos apresentar algumas novidades. Falo deste prazo, pois queremos fazer as coisas bem feitas com cuidado e carinho. E não estamos apenas nos restringindo aos DVDs da série!

Haverá algo especial para colecionadores (como pôsteres, cards ou outro tipo de brindes…)?

Estamos trabalhando para trazer outros itens do universo da série, mas como as negociações ainda estão acontecendo, melhor não divulgar nada para não se gerar expectativas.

Já existe um formato definido para os DVDs? (Quantidade de episódios por disco, formato de áudio, legendas, extras…)

Definiu-se que serão três episódios por DVD.

A arte das capas será produzida no Brasil ou seguirão algum modelo já lançado em algum país?

Serão produzidas no Brasil, sob os cuidados de um profissional especializado nesse tipo de material, mas sempre com a aprovação da Toei Animation.

As masters para produção do DVD virão do Japão ou de algum outro país onde Sailor Moon S já foi lançado em DVD?

Os fãs podem ficar tranqüilos, pois as masters virão direto do Japão.

Os fãs esperavam que a volta de Sailor Moon ao país (seja em DVD ou via TV) fosse ser marcada por uma redublagem dos episódios, a fim de corrigir os vários erros dos processos já realizados (via Gota Mágica nos anos 90 e BKS nos anos 2000). Redublar os episódios de Sailor Moon S seria algo inviável para o lançamento?

É uma decisão que caberá à Toei Animation já que a aprovação do estúdio que realizará esse trabalho é inteiramente deles.

Provavelmente chegou ao seu conhecimento as duras críticas dos fãs quanto à notícia do lançamento dos DVDs da série no Brasil a partir da Fase S. Até que ponto o senhor avalia tais críticas como algo válido e construtivo?

Li todas as críticas, tenho meu parecer e respeito à opinião das pessoas. Tenho consciência de que os fãs não têm um acesso maior às informações em relação às negociações que estão em curso.

Sailor Moon é um anime que possui fãs um tanto “exigentes” que se identificarem  “falhas” no lançamento são capazes de “boicotar” o mesmo. Ciente disso há uma preocupação por parte da empresa em não decepcionar esse público e perder consumidores em potencial?

Estamos para começar algo que há muito tempo era aguardado. Somos sabedores que este anime teve alguns percalços no passado no Brasil, e não vou aqui tecer comentários e fazer analises sobre trabalhos realizados por outras empresas, o que seria antiético de minha parte, mas sim dar uma visão empresarial sobre os fatos.

Mesmo com este histórico estamos apostando em sua aquisição e temos a intenção de fazer novos investimentos na marca, como já foi falado, e trabalharemos com afinco para o sucesso da Sailor Moon. São mais de 10 anos de espera e agora vamos começar dando os primeiros passos deste retorno. Temos muito mais para andar, pois a estrada é um pouco longa – são 200 episódios!

Analiso a possibilidade de abrirmos um canal de comunicação com os fãs para informá-los das novidades e, também, os locais aonde possam comprar os DVDs.

Temos negociações adiantadas com alguns de nossos parceiros para fazerem a pré venda e também levantando a possibilidade, junto a eles, de convidarmos cosplayers para o lançamento.

Quanto ao boicote sinceramente não posso acreditar pois criaria uma imagem muito negativa do anime para outros empresários e creio que dificultaria imensamente o retorno do mesmo, em qualquer formato para o Brasil.

Quais as maiores dificuldades de se trabalhar com DVDs desse gênero no Brasil, em vista da força da pirataria hoje no mercado brasileiro – seja via camelôs nos grandes centros ou pelo download de material pela internet?

Não quero falar aqui de dificuldades, mas sim buscar alternativas para combater este “processo” tornando o produto original mais atrativo. Acho que o primeiro ponto, em minha visão, é em relação a você ter um preço mais acessível, com qualidade e um ótimo conteúdo. Sobre a internet acredito que haverá, muito em breve, uma solução como já vem ocorrendo em alguns casos com a música.

Caso Sailor Moon S faça sucesso, há planos de trazer as outras temporadas?

Nossa intenção desde o início é trazer toda a série, ou seja, os 200 episódios.

Há planos de lançar novos animes, ou seriados japoneses no mercado? Tudo dependerá do sucesso de Sailor Moon?

Sim há planos neste sentido, mas nossa prioridade é com a Sailor Moon, queremos fazer um trabalho bem feito com este anime para posteriormente investir em outras séries.

Fale-nos um pouco sobre a CD e DVD Factory, seu trabalho no mercado brasileiro e planos da empresa para esse ano que se inicia.

A empresa tem um catálogo diversificado, com shows musicais de bandas já consagradas no cenário internacional, filmes e desenhos infantis. Buscamos levar ao público entretenimento de qualidade a um preço acessível. Temos uma rede de distribuição que abrange todo o território nacional. Estamos no aguardo de negociações que estão sendo feitas no Midem (A maior e mais tradicional feira da indústria fonográfica) em Cannes, França, para que possamos  trazer mais novidades para o público.

Sailor Moon é uma grande aposta nossa, a bem da verdade a nossa porta de entrada no mercado de animes. Este ano a empresa dedicará boa parte de seu tempo e esforços para Serena e suas Amigas.

Gostaríamos de agradecer a entrevista ao JBox, e saiba que ela sem dúvidas ajudou a esclarecer várias dúvidas dos nossos leitores.

Eu é que agradeço a oportunidade de falar diretamente aos fãs da série e quero que saibam que estamos fazendo de tudo pra trazer um produto com a maior qualidade possível e espero que o público receba bem essa iniciativa.

Publicidade
close