Resenha: Blu-ray Ponyo – PlayArte

Tudo sobre a versão em alta definição.

Ponyo – Uma Amizade que Veio do Mar (Gake no ue no Ponyo) foi lançado em DVD e Blu-ray no Brasil em meados de outubro de 2010 pela Playarte.

A história gira em torno de Sosuke, um garoto de 5 anos de idade, e Ponyo, uma peixinha com leve aparência humana.

Sosuke mora no alto de uma colina com Lisa, a sua mãe, que por sinal possui ótimas habilidades no volante que deve deixar muito marmanjo do Monte Akina com inveja! ;D

Ponyo por sua vez, mora no fundo do mar junto de suas centenas de irmãs e com Fujimoto, um ser humano que abandonou a terra firme e deseja transformar o mundo ao que ele era milhares de anos atrás, para dar um ponto final a toda destruição ao meio ambiente causada pelos homens.

Devido aos acontecimentos que ocorreram após Ponyo se encontrar com Sosuke, o equilíbrio da realidade é quebrado e Fujimoto juntamente com a grande Deusa dos Mares precisam fazer algo para que esse equilíbrio seja restaurado antes que o campo gravitacional da Terra seja afetado e cause a destruição definitiva do planeta, mesmo que isso possa fazer com que Ponyo se torne em simples espumas do mar, caso algo não ocorra como planejado…

Sinopse Oficial

Enquanto brinca na praia, Sosuke, um garotinho de 5 anos de idade, encontra uma fêmea de peixinho dourado e a batiza de Ponyo. A peixinha fica fascinada por Sosuke, que também sente o mesmo.

Ele promete protegê-la e Ponyo decide se transformar em uma menina para viver como uma pessoa de verdade. Mas o pai dela, um poderoso feiticeiro, força o retorno da filha para as profundezas do oceano.

Classificação Etária: L – Livre para todos os públicos / Tema: Amizade

Ponyo

Apresentação

Apesar do preço cobrado, o Blu-ray nacional de Ponyo acabou tendo uma apresentação um tanto pobre.
Não temos nenhum tipo de luva ou encarte, apenas uma embalagem Amaray convencional (mas de boa qualidade, com a trava de discos clássica).

A imagem da capa utilizada na versão brasileira é a mesma da versão japonesa, com a Ponyo em destaque e os navios ao fundo.

A capa também contém arte na parte interna, que pode ser vista ao abrir a embalagem através do azul transparente, que mostra Lisa abraçando Sosuke.

O disco apresenta a mesma arte da capa, porém com a Ponyo na parte de cima e o logotipo na parte de baixo. A mídia utilizada foi um BD-25, ocupando cerca de 22,5GB de espaço.

A autoração ficou a cargo da Etc Filmes, empresa brasileira responsável pelo Blu-ray do segundo filme de Tropa de Elite. Já os discos foram prensados pela Sony DADC Brasil.

Ponyo

Ponyo

Vídeo

O vídeo utiliza o codec AVC, possuindo uma taxa média de 23Mbps e tem resolução de 1920×1080, apresentando pequenas letterbox, uma vez que o aspecto original do filme é 1.85:1 (1920×1040) e essas tarjas completam a tela para ficar o vertical padrão de 1080 pixels (resumindo, temos tarjas pretas de 20px na parte de cima e mais 20px na parte de baixo).

A qualidade da imagem é impressionante, com destaque aos planos de fundo que parecem ser de livros ilustrados infantis, mas com os personagens utilizando um traço mais tradicional.

Um detalhe em relação ao vídeo é que a versão nacional utiliza a master da versão americana, ou seja, a tela de título, os créditos iniciais, as legendas do código morse e os créditos finais estão todos em inglês e isso leva a um problema, principalmente em relação ao último item.

A versão japonesa possui uma duração de 1h40m49s enquanto a americana possui 1h42m12s e essa diferença de tempo vem dos créditos finais, onde a imagem de fundo passa mais devagar na versão americana, para abrigar uma maior quantidade de créditos. Porém acontece um problema em relação ao áudio que será comentado mais adiante.

Um outro problema ao utilizar o vídeo americano, é que os créditos listam todos os dubladores americanos, porém a nossa versão só possui os áudios em japonês e português.

Ponyo

Ponyo

Ponyo

Ponyo

Ponyo

Ponyo

Áudios

Temos os áudios em japonês e português, ambos 5.1 e no formato DTS-HD Master Audio 16-bit. Sim, áudio lossless inclusive para a versão nacional! Também temos o lossless da versão original, que não está presente no Blu-ray americano, que teve apenas um 5.1 Dolby Digital.

A dublagem brasileira foi feita pela Álamo (com direito ao “Versão brasileira, Álamo” para os futuros nostálgicos), que fez um excelente trabalho. Ótimos dubladores, tradução bastante natural e um acabamento bem feito.

Infelizmente o Blu-ray não possui a listagem oficial do elenco brasileiro após o final do filme, mas segue aqui uma pequena lista de dubladores:

Ponyo – Bianca Alencar [Tsugumi, Hell Girl]
Sosuke – Matheus Ferreira [Chaos, DBKai]
Lisa – Letícia Quinto [Excel, Excel Saga]
Koichi – Wendel Bezerra [Goku, DBZ]
Gran Mamare – Cecília Lemes [Indolência, FMA / Tsunade, Naruto]
Fujimoto – Luiz Antônio Lobue [Piccolo, DBZ]
Kumiko – Flora Paulita [Piyoko, Di Gi Charat Nyo]

Um pequeno deslize, na minha opinião, foi terem escalado o Wendel Bezerra para dois personagens, além do pai do Sosuke ele também faz o pai do bebezinho que aparece no meio do filme.

Uma curiosidade (provavelmente não intencional) na dublagem brasileira que acaba passando em branco, é que num momento a Lisa canta uma frase (“watashi wa genki” ou “eu estou feliz agora”) da música do filme Meu Amigo Totoro, onde a própria Letícia Quinto dublou a personagem principal Satsuki, muitos anos atrás para o VHS lançado por aqui.

Não tive nenhum problema com a tradução e inclusive tive a impressão de que a versão brasileira foi feita baseada na original japonesa, pois percebi em vários momentos que a tradução utilizada batia com o japonês, enquanto as legendas da versão em inglês (e da dublagem americana que vi por fora) possuíam tradução bem diferente.

Isso também é percebido no trecho da conversa usando código morse, pois a tradução do narrador é referente ao que estava escrito em japonês e não ao que está na versão em inglês presente no vídeo.

A música de encerramento da versão nacional não foi dublada, o que pessoalmente acho uma pena, ficando com a versão em japonês no começo dos créditos e depois nos 1m25s finais entra a “versão remix” da música tema em inglês, cantada por Noah Cyrus e Frankie Jonas.

Já no áudio japonês, temos só a música original e depois 1m25s de puro silêncio até terminar os créditos, devido ao vídeo americano usado ser mais longo que o original.

Ponyo

Legendas

Pelo que pude perceber, as legendas em português foram traduzidas a partir das legendas em inglês que estão presentes no próprio disco e no Blu-ray japonês, mas não tenho certeza se essas legendas em inglês também são utilizadas no Blu-ray americano.

Já sobre o estilo, foi utilizada a fonte Arial Black de bom tamanho na cor branca com uma pequena borda preta e um sombreamento levemente transparente.

Ponyo

Ponyo

Ponyo

Ponyo

Playback / Menus

Ao iniciar o Blu-ray, temos o aviso de que o filme é para uso privado, etc, e depois temos o logo da Playarte (que tá precisando de um upgrade, pois foi feito apenas um upscale do logo SD) e já vamos direto para o menu principal, sem sermos incomodados por trailers ou propagandas antipirataria.

No caso de lançamentos para locação, até seria válido a inclusão de trailers ao iniciar o disco, mas em lançamentos voltados ao consumidor final, todos deveriam ser como o que foi feito aqui.

No menu principal, aparece a casa do Sosuke, com ele abaixado no quintal segurando um balde com a Ponyo peixinha dentro e mais a Ponyo garota correndo as escadas, enquanto no céu ao fundo temos as estrelas e a lua se mexendo e na janela aparecem várias cenas do filme.

Na parte de baixo temos os links para iniciar o filme, áudios, legendas, seleção de cenas e extras. Cada um dos links (com exceção do Assistir) abre uma nova “janela” com as opções.

Aqui temos um pequeno problema, porque se a duração do vídeo de fundo chegar ao fim, em vez de apenas o vídeo ser reiniciado, todo o menu volta ao seu estado original, ou seja, se estamos no menu de seleção de cenas quando o vídeo de fundo estiver no fim, seremos jogados de volta pro início do menu principal, o que chega a irritar um pouco.

No Pop-up Menu (que para quem não sabe, são os menus que podem ser abertos durante a exibição do filme) temos as opções de voltar ao menu principal, trocar de áudio, legendas, seleção de cenas e extras, porém se escolher a opção do menu ou dos extras, quando selecionar o link de Assistir no menu principal, você não voltará ao ponto exato de onde estava assistindo, mas sim do ponto em que você escolheu assistir ao filme. Por exemplo, se você começou a assistir pelo Assistir, você voltará ao começo do filme. Se você começou a assistir pelo capítulo 7, você voltará ao início do capítulo 7.

Pessoalmente, eu acredito que houve uma falha na autoração neste ponto, pois o player deveria marcar a posição do ponto exato de onde estávamos, para que pudéssemos continuar a assistir daquele mesmo ponto em diante.

Sobre o design do Pop-up Menu, foi colocada a cerca da casa do Sosuke de cabeça para baixo no topo esquerdo da tela, que fica no mínimo estranho, pois um cercado de cabeça pra baixo não faz muito sentido…

Ponyo

Ponyo

Ponyo

Ponyo

Ponyo

Ponyo

Ponyo

Extras

No Blu-ray temos 4 extras e mais 2 trailers de outros títulos da Playarte, todos em SD, MPEG-2 a 720×480 e com um áudio Dolby Digital Stereo a 192kbps.

Um detalhe chato sobre os extras, é que eles são todos em 4:3 letterbox e as legendas ficam geralmente na tarja preta do fundo, então numa TV widescreen, é preciso assistir aos extras com tarjas pretas nos 4 cantos da tela, pois se for utilizado o zoom para que a imagem se encaixe na tela da TV, as legendas também serão cortadas junto com as tarjas horizontais.

Os extras possuem o áudio em japonês e legendas selecionáveis em português, mas há uma pequena falha. Se por exemplo eu assistir a versão dublada (e sem legendas) do filme e depois for assistir aos extras, eles serão exibidos apenas com o áudio em japonês e sem legendas… e vale citar que essa configuração, dublado e sem legendas, é a que começa por padrão no disco.

Para uma melhor experiência ao usuário, a seleção de idiomas do menu principal deveria se referir apenas ao filme principal, de forma que os extras sempre começassem com as legendas ativadas, pois pouquíssimas pessoas iriam querer assistir aos extras em puro japonês e sem legendas (ou no pior dos casos, que colocassem um checkbox no menu de Extras, para ativar/desativar as legendas dos mesmos)

Entrevista de Hayao Miyazaki
Duração: 05m20s

Temos uma pequena entrevista com o diretor do filme, onde num tom bem humorado é falado sobre o filme e o que poderia acontecer aos personagens após o final do filme, quando as crianças começassem a crescer e o futuro de Sosuke e Ponyo. Também conversam sobre o roteiro original, que teve o foco alterado nessa versão final.

Ponyo

Ponyo


Os segredos do traçado de Hayao Miyazaki

Duração: 09m01s

Aqui temos mais uma entrevista com Hayao Miyazaki, mas dessa vez falando sobre o seu estilo de desenho e mostrando os layouts feitos a mão pelo diretor e a animação terminada de algumas cenas de seus filmes. São mostrados trechos de Meu Amigo Totoro, O Castelo Animado, Laputa, Nausicaä, Princesa Mononoke e A Viagem de Chihiro. Depois temos uma conversa sobre a localização que inspirou o cenário do filme de Ponyo.

Ponyo

Ponyo

Ponyo


Sr. Miyazaki e sua equipe

Duração: 16m37s

Neste extra temos quase que um tour sobre um dia de trabalho de Hayao Miyazaki no Studio Ghibli, mostrando algumas reuniões onde o diretor explica aos desenhistas como ele quer que tal cena seja feita, ele indo pra prancheta e fazendo os rascunhos com vários detalhes que ele quer transmitir e também são mostrados várias artes conceituais dos personagens desenhadas e pintadas pelo diretor. Tudo isso com várias pausas para regar as plantas e muito, mas muito cigarro.

Ponyo

Ponyo

Ponyo

Ponyo

Ponyo

Ponyo

Ponyo


Videoclipe do tema musical

Duração: 03m36s

Este é o clipe musical da música Gake no Ue no Ponyo (sim, o mesmo nome original do filme), interpretada por Fujioka Fujimaki, cujos integrantes são Takaaki Fujioka e Naoya Fujimaki, e Nozomi Oohashi, pequena atriz de 8 anos que fez sua estreia no cenário musical com esta música.

No clipe, que também possui legendas em português, Fujioka e Fujimaki são empregados da garotinha, que apesar de ser de família rica, ela pouco se importa com os luxos e prefere seguir seus dias de maneira simples, usando seu sobretudo vermelho, saindo na chuva a pé em vez de limusine e no fim acaba dando mais trabalho para os dois funcionários, que precisam seguir os seus passos.

No clipe temos várias aparições da Ponyo em alguns objetos e também de outros personagens do Ghibli, como Totoro por exemplo.

Ponyo

Ponyo

Ponyo

Ponyo

Ponyo


Trailers

Duração: 02m25s e 02m05s

O Blu-ray contém 2 trailers, porém não são de Ponyo, mas sim de outros títulos da PlayArte.

O primeiro é de Mary e Max (Mary and Max, 2009), um longa em stop-motion (ou “de massinha”) e computação gráfica, dirigido por Adam Elliot, que anteriormente só havia trabalhado em curta-metragens.

O outro trailer é de Xuxa em O Mistério de Feiurinha, filme nacional cheio de participações especiais das estrelas de TV e com a da filha da “rainha dos baixinhos” no personagem título.

Ficha Técnica

.

.

Título Nacional
Ponyo – Uma Amizade que Veio do Mar 

Título Original
Gake no ue no Ponyo (2008)
Ponyo on the Cliff by the Sea

Roteiro e Direção
Hayao Miyazaki

Música
Joe Hisaishi

Produção
Studio Ghibli

Vídeo
Codec: MPEG-4 AVC
Resolução: 1080p
Aspect ratio: 16:9 Letterbox (1.85:1)

Áudio
Japonês: DTS-HD Master Audio 5.1
Português: DTS-HD Master Audio 5.1

Legendas
Português (inclusive para os extras)
Inglês (apenas para o filme)

Duração
101 minutos de filme
35 minutos de extras

Limitação de Região
Blu-ray Região A

Distribuição Nacional
PlayArte (2010)

Preço Médio
R$ 89,90

BDinfo: Aqui.

Publicidade
close