Crítica | Extra Olympia Kyklos: primeiros quatro episódios prometem uma série bem atual

Um passado distante, mas nem tanto…

Durante essa temporada, tivemos a oportunidade de checar uma palhinha de Extra Olympia Kyklos, série baseada no mangá Olympia Kyklos, de Mari Yamazaki, autora do conhecido Thermae Romae. A série sai na Crunchyroll, mas, como quase tudo atualmente, a produção da animação foi fortemente afetada pela COVID-19, causando a interrupção de sua exibição após o quarto episódio. É uma pena, pois os quatro primeiro capítulos nos deixam com gostinho de “quero mais”.

A série conta sobre Demetrius, um pintor de vasos de um pequeno vilarejo da Grécia Antiga, Tritônia. O rapaz é apresentado nadando ao lado de um golfinho (animal que aparece recorrentemente na série), sonhando com Apolônia, a filha do chefe da vila. Golfinhos eram animais presentes na mitologia grega, associados a bons presságios e até considerados sagrados (ou, ao menos, é o que diz este site dedicado a golfinhos). Eles também eram relacionados a casamentos.

Demetrius tem um porte atlético natural e, por isso, o prefeito quer colocá-lo nas Olímpiadas para ganhar dinheiro. Contudo, as Olimpíadas gregas não eram exatamente family-friendly e, com medo, o protagonista recusa e acaba indo correndo para casa, chorando. O chefe da vila vai atrás dele e insiste nas Olimpíadas, alegando que Demetrius precisa trazer honra à cidade. Novamente, o rapaz sai correndo e se esconde em um vaso enorme.

Um raio atinge o vaso e Demetrius é transportado para o Japão em 1964, quando ocorriam as Olimpíadas em Tóquio, e conhece um acadêmico. No Japão, ele assiste a “jogos olímpicos locais”, quando conhece a “corrida com ovo”. Ele acaba sendo transportado de volta, levando a ideia para uma competição local.

Esse é o panorama geral em Extra Olympia Kyklos e, apesar da comicidade de muitos absurdos, a série aproveita diversas deixas para cutucar algumas questões (além de ensinar um pouco sobre a Grécia). Por exemplo, logo no começo, o “chefe” alega estar cansado de dar ordens aos escravos. A forma escrachada como a série escolhe abordar a questão da escravidão na Grécia Antiga parece conversar um pouquinho com as nossas relações de trabalho hoje – ainda mais vindo de um personagem que quer, o tempo todo, tirar vantagem financeira dos outros.

O líder de Tritônia é um personagem extramente interessante para pensarmos como discursos são usados para mascarar intenções. Se apresentando como alguém interessado na honra, um valor moral, ele, na verdade, se preocupa apenas em explorar os outros para benefício próprio (esse discurso provavelmente conversa muito mais com o público japonês). Esse tipo de atitude nem sempre é algo individual: é muito comum que empresas ou governos adotem medidas com desculpas em nome de um “bem maior”, quando é óbvia a existência de interesses não tão “maiores” por trás (e, muitas vezes, tais medidas não beneficiam praticamente ninguém no fim das contas).

Apesar do porte másculo, Demetrius está longe de um ideal de virilidade, sendo um rapaz medroso, tímido e sentimental. Com esse contraste, a série brinca com nossa visão sobre a masculinidade grega (ou a masculinidade num geral?), muito ligada a esculturas antigas com corpos viris. Não faltam também alfinetadas no papel das mulheres na Grécia Antiga, com o encerramento do primeiro episódio lembrando que elas não podiam votar ou participar da vida política das cidades.

Com seus episódios de quase 5 minutos misturando animação 2D com claymation em stop-motion (podemos chamar de claymotion?), Olympia Kyklos faz questão de nos mostrar sua ousadia para muito além de sua identidade visual. Fazendo contrastes entre passado e quase-presente, a série opta por se debruçar em temas antigos que, talvez, não sejam tão antigos assim, trazendo tanto as contradições dos personagens entre si quanto as contradições em relação a nós. De forma leve, cômica e um tanto psicodélica, a série reinventa e também nos ensina sobre o passado, sem perder o presente de vista. Com certeza, uma animação que valerá à pena acompanhar quando voltar a ser exibida.


Os 4 episódios de Extra Olimpia Kyklos estão disponíveis com idioma original e legendas em português pela Crunchyroll. A transmissão de novos episódios está programada para retornar em 22 de junho.

Publicidade
close