Sem acerto? Elenco de dublagem de ‘The Seven Deadly Sins’ provavelmente foi substituído (atualizado)

Créditos ao final dos episódios indicam troca das vozes brasileiras na terceira temporada de ‘Nanatsu no Taizai’.

Disponível na plataforma da Netflix desde o dia 6 de agosto, a “quarta temporada” (que na verdade é a 3ª) de The Seven Deadly Sins (ou Nanatsu no Taizai, “Os Sete Pecados Capitais” em tradução livre), Ira Imperial dos Deuses, é um grande sucesso no serviço, figurando em segundo lugar no TOP 10 dos lançamentos já no dia seguinte de sua estreia.

Reprodução/Netflix

Contudo, pelo visto, nem mesmo a enorme popularidade da série entre assinantes torna a obra imune a algo muito criticado pelos fãs das versões brasileiras: a substituição de dubladores em seu elenco de dublagem sem motivo aparente.

Conforme checamos, mesmo com o atraso da opção do áudio em nosso idioma – atribuído à pandemia de COVID-19 – parte da ficha técnica do elenco de dubladores curiosamente já está disponível nos créditos dos episódios e aponta o que o trailer de lançamento da temporada já adiantava: todo o elenco da série deve ter sido substituído!


As dublagens de ‘Nanatsu’

A primeira temporada de The Seven Deadly Sins teve sua localização internacional promovida pela produtora americana Bang Zoom! Entertainment. Para a versão brasileira, foi realizado o trabalho juntamente com o estúdio de gravação Gramophone e o estúdio de dublagem Alcateia Audiovisual – ambos do Rio de Janeiro.

Como todos sabem, uma dublagem de qualidade pode colaborar para o êxito de qualquer estreia em nosso país e, para a Netflix, Nanatsu se destacou como a série mais maratonada de 2017 na plataforma. Em 2018, a segunda temporada (terceira, na organização da Netflix) ocupou a 3ª posição desse mesmo ranking – provando o gosto do público brasileiro pela série.

Mas nem tudo são flores: a versão brasileira dessa segunda temporada ficou sob responsabilidade da produtora mexicana Dubbing House, que enviou o animê para o Marmac Group, seu parceiro, em São Paulo. Utilizando-se de estúdios diferentes no Rio (como Lumiar e Som de Vera Cruz) e, consequentemente, diferentes direções, a Marmac conseguiu até onde foi possível manter as principais vozes do animê. Mesmo assim o trabalho apresentou uma certa inconsistência (como personagens mexendo a boca sem sair voz alguma) e recebeu uma enxurrada de críticas dos fãs.

O longa-metragem da série, Prisioneiros do Céu (Tenku no Torawarebito, no original), disponibilizado pelo serviço a partir de dezembro de 2018, teve um trabalho de direção e acabamento mais elogiado (feito no estúdio Som de Vera Cruz, no Rio) e o regresso de vozes substituídas na temporada anterior e no OVA de 4 partes lançado como se fosse uma “segunda temporada” – para alegria dos fãs.

Desde o anúncio do lançamento da terceira temporada do animê (quarta no streaming), um trailer com vozes completamente diferentes foi apresentado, despertando apreensão de toda fanbase. Tal troca na equipe parece se concretizar pelos créditos da nova temporada. Algumas outras séries, como Ghost in the Shell – SAC 2045, não traziam os nomes do elenco brasileiro antes da postagem da versão dublada na plataforma.

Uma pequena esperança ainda existe pois não é tão incomum a empresa apresentar em seus trailers dublagens com um elenco totalmente diferente das séries regulares, e os créditos ao final do episódio podem ser um engano, mas não parece muito provável. O episódio interativo da série de comédia Unbreakable Kimmy Schmidt foi um caso no qual o trailer trouxe um elenco diferente, mas o episódio manteve os dubladores.

Procuramos a Netflix para obter mais informações sobre o ocorrido, mas, até o fechamento desta matéria, a empresa não se pronunciou sobre a provável troca. Assim que novas informações surgirem, atualizaremos essa notícia para vocês.


Atualização (12/08 – 20h55)

O dublador Francisco Júnior, que emprestou sua voz para o personagem Escanor, gravou um vídeo com uma declaração em torno do assunto, confirmando a troca do elenco ainda no início deste ano (portanto, antes da pandemia). Confira o vídeo a seguir. Até o momento desta atualização a Netflix não nos posicionou sobre o ocorrido.

Publicidade
close