‘Godzilla 2000’ garante vice-liderança da Record TV no último sábado

O Rei dos Monstros obteve boa audiência em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Exibido na tarde do último sábado (3) no bloco Cine Aventura, das 15h01 às 16h59, Godzilla 2000 deixou a Record TV em segundo lugar no Ibope. Segundo informações do portal R7 (pertencente ao Grupo Record), o filme alcançou 6 pontos de média, 7 de pico e 11% de share. No Rio de Janeiro, a média foi de 3,8 pontos, o pico em 4 e o share em 9%.

Essa foi a primeira vez que a Record TV exibiu uma produção de tokusatsu desde 2002, quando as últimas reprises de Ultraman Tiga foram ao ar na emissora do bispo (como tapa-buraco numa faixa vespertina restrita para São Paulo e saindo do ar antes dos episódios finais). O sucesso é uma prova de que o público brasileiro gosta de assistir um bom filme kaiju à tarde, como nos velhos tempos em que alguns filmes do Rei dos Monstros apareciam em cartaz no extinto Cinema em Casa do SBT, por exemplo, na década de 1990.

Indo mais longe, a Record, na época em que era administrada por Paulo Machado de Carvalho (in memorian) e mais conhecida como o “canal 7 de São Paulo”, exibiu em 1982 o filme King Kong vs. Godzilla (1962), que vai ganhar uma releitura em 2021, encerrando a franquia MonsterVerse nas telonas. Isso sem contar exibições de filmes clássicos pelas emissoras Globo e a extinta Tupi.


Fonte: Famosos e TV (via R7)


Lançado nos cinemas japoneses em dezembro de 1999, pela Toho Company, Godzilla 2000 foi o primeiro filme da franquia na era “Millenium”. Um kaiju alienígena chamado Orga desperta de um profundo sono no oceano após 6.000 anos. Ao devastar Tóquio com seu grande poder, Godzilla retorna para enfrentá-lo e – involuntariamente – se torna a única esperança da humanidade.

Este foi o quarto e último filme de Godzilla dirigido por Takao Okawara. A trilha sonora é de Takayuki Hattori, o mesmo da trilogia animada do Rei dos Monstros na Netflix. Vale ressaltar que este foi o primeiro longa onde o monstro gigante foi interpretado pelo dublê Tsutomu Kitagawa, que reprisou o papel em mais quatro filmes da franquia. Ele é nada menos que o dublê de Change Pegasus em Changeman, além de diversos heróis das séries Super Sentai.

Godzilla 2000 (Godzilla 2000: Millennium) foi lançado nos EUA em agosto de 2000, pela TriStar Pictures. Consequentemente, foi lançado direto para vídeo no Brasil em 1º de novembro do mesmo ano, com uma excelente dublagem realizada pelo estúdio Cinevídeo (que superou a medonha dublagem gringa). Anos mais tarde foi exibido pelos canais Globo e FX.

Publicidade
close