Imagem: Personagens de 'Yu Yu Hakusho'.

Yu Yu Hakusho: Live-action da Netflix conta com filmagens nos estúdios da Toho

Toho assinou contrato alugando instalações para a Netflix durante anos.

A Toho anunciou hoje (24) que assinou um contrato de anos alugando instalações de filmagens suas para a Netflix a partir do dia 1º de abril, confirmando que a primeira produção ali será o live-action de Yu Yu Hakusho. O contrato inclui 2 estúdios com isolamento acústico, dois “centros de atuação” e um centro de produção.

Não há previsão de data de estreia nem informações sobre atores – o live-action foi anunciado com produção de Akira Morii pelo estúdio ROBOT (Alice in Borderland) e Kazutaka Mori como produtor executivo. A distribuição será mundial, com estreia simultânea pelo serviço.

Curiosidade: 24 anos atrás, em 24/03/1997, a extinta Rede Manchete estreou o animê em sua programação.


Fonte: ANN


Yu Yu Hakusho é originalmente um mangá de Yoshihiro Togashi, publicado na famosa Shonen Jump entre 1990 e 1994. Conta a história de Yusuke Urameshi, um rapaz problemático e encrenqueiro que surpreende o mundo espiritual ao dar sua vida para salvar um garotinho de um atropelamento. Como não estava nada programado para a sua morte, ele recebe uma chance de voltar à vida, desde que cumpra algumas tarefas como detetive espiritual. O mangá foi publicado duas vezes no Brasil pela Editora JBC.

O animê veio em 1992, com produção do Studio Pierrot (o mesmo que anos depois faria o sucesso Naruto). Os 112 episódios foram exibidos no Brasil a partir de 1997 pela Rede Manchete e sua trilha sonora ficou reconhecida como uma das melhores adaptações nacionais do gênero. Existiu o projeto de um disco na época, mas o trabalho nunca foi levado à frente (um projeto tributo, feito pelos músicos originais, teve 5 vídeos lançados em nosso canal no YouTube).

Em 2004, Yu Yu Hakusho voltou ao ar no Brasil pelo canal pago Cartoon Network, com uma redublagem feita com quase todo o elenco original. Na época, não houve um acerto para o uso da trilha brasileira e assim conferimos pela primeira vez as músicas originais do Japão. Essa versão teve poucos episódios exibidos também pela Band e em seguida foi reprisada por completo pela PlayTV, também saindo em DVD pela PlayArte.

Publicidade
close