Imagem: Jonathan Joestar em mangá.

JoJo: Jogo mobile será lançado internacionalmente

A KLab anunciou ter os direitos mundiais de jogo desenvolvido na China.

A publicadora KLab anunciou ter adquirido os direitos de distribuição mundial (exceto no Japão) de um jogo de JoJo’s Bizarre Adventure desenvolvido pela Shengqu Games, com sede em Xangai, para o público da China continental, Taiwan, Hong Kong e Macau.

O anúncio do desenvolvimento do game foi feito em 2020, com a abertura de um site. Não há previsão de lançamento.

Em março, a série ganhará uma revista comemorativa pelo aniversário de 35 anos, com uma nova história de Kishibe Rohan e alguns spin-offs. Uma 9ª parte do mangá está a caminho.


Fonte: ANN


JoJo’s Bizarre Adventure

JoJo no Kimyou na Bouken

Criado por Hirohiko Araki em 1987, JoJo’s Bizarre Adventure (JoJo no Kimiyou na Bouken) foi publicado na revista Weekly Shonen Jump até 2004, quando migrou para a revista Ultra Jump (dedicada a um público mais “maduro”), onde é editado até hoje, rendendo a marca de 131 volumes encadernados.

No Brasil, a Panini publica uma edição com mais páginas por volume em comparação com o encadernado original, baseada em uma coleção japonesa chamada de bunkoban. Estão garantidos por aqui: Phantom Blood (3 volumes), Battle Tendency (4 volumes) e Stardust Crusaders (10 volumes), e Diamond is Unbreakable (12 volumes). No Japão, a saga encerrou o oitavo arco, Jojolion.

A obra ganhou a primeira adaptação animada em 1993, com uma série de OVAs (animação lançada direta no mercado de vídeo) de 6 episódios e outra em 2000 com mais 7 episódios. Em 2007 ganhou um longa animado adaptando o arco Phantom Blood, com direção de Junichi Hayama.

Finalmente, em 2012 começou a série de anime “definitiva”, com animação do estúdio David Production (Captain Tsubasa 2018). Esta última produção trouxe holofotes para JoJo no mundo todo, com um sucesso que garantiu a produção de mais temporadas – a última foi 5ª temporada, adaptando o 6º arco do mangá, Stone Ocean, a primeira a sair exclusivamente pela Netflix.

Onde assistir:

Publicidade
close