Imagem: Tanjur

Demon Slayer – Kimetsu no Yaiba: Música de abertura do animê lidera ranking da Oricon na última semana

É a terceira vez que ‘Gurenge’, da LiSA, fica em primeiro lugar no ranking de downloads digitais.

O single Gurenge, de LiSA, foi a música mais baixada da última semana (20-26 de abril) no Japão, com 17 mil downloads, segundo a Oricon. Com isso, o single já foi baixado 786 mil vezes desde seu lançamento no ano passado, ainda segundo o mesmo ranking, e subiu da quinta para a quarta posição de músicas mais baixadas de todos os tempos (desde que a Oricon começou a medir vendas digitais).

Essa é a terceira vez que a música lidera o ranking, outras duas ocorreram, respectivamente, em maio e dezembro de 2019. O single saiu em abril de 2019 e, provavelmente com ajuda da popularidade crescente do animê, fez um enorme sucesso, ocupando o top 10 por 20 semanas consecutivas no ano passado. O CD vendeu mais de 100 mil cópias.

Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba tem sido um grande fenômeno dentro e fora do Japão desde a estreia do animê. Ano passado, o mangá foi o mais vendido, segundo a Oricon (dados da Shueisha diferem). No começo do mês, um homem misterioso, aparentemente inspirado pela série, doou máscaras para uma escola de enfermagem em meio à pandemia.

 

Fonte: Mantan Web via ANN


A trama de Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba se passa no Japão do período Taisho e apresenta a história de Tanjiro Kamado, um garoto de bom coração que vendia carvão para sobreviver, até o dia que seus pais foram cruelmente assassinados por um demônio, que também amaldiçoou sua irmã mais nova, transformando-a num demônio. Embora devastado com tudo que lhe aconteceu, Tanjiro decide tornar-se um “matador de demônios,” procurando aquele que massacrou sua família, enquanto também tenta encontrar um meio para que sua irmã volte a ser humana novamente. A série foi um fenômeno de vendas em 2019.

O mangá de autoria de Koyoharu Gotoge é publicado na Shonen Jump desde fevereiro de 2016, e tem até o momento 20 volumes encadernados lançados, a Panini começou a publicar o mangá no Brasil em 2020. A versão em animê tem produção do estúdio Ufotable, e é exibida oficialmente no Brasil via streaming pela Crunchyroll, com legendas em português. Um filme continuando a série animada já foi confirmado.

Publicidade
close