Tanjiro, de 'Kimetsu', com sua espada.

Demon Slayer – Kimetsu no Yaiba: Série principal termina e “spinoff curto” é anunciado

História de Ryoji Hirano ainda não tem data definida para começar.

Conforme já havíamos noticiado, Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba foi encerrado ontem na Shonen Jump, com 205 capítulos. A revista também anunciou um “spinoff curto”, chamado Rengoku Gaiden, focado no personagem Kyojuro Rengoku (Pilar de Chamas).

Não há ainda data definida para a estreia da nova obra, mas já sabemos que será de autoria de Ryoji Hirano, que já trabalhou na série. O autor foi responsável por uma história lateral de dois capítulos chamada Kimetsu no Yaiba: Tomioka Giyu Gaiden (lançados em abril de 2019) e um outro spinoff da série com histórias de 4 quadros, também lançado em 2019.

A Jump também lançará uma versão especial do capítulo final, que virá dentro de um envelope. Além das 21 páginas do capítulo, a edição ainda contará com duas páginas coloridas. A revista também deixou em aberto novos produtos da franquia.

O mangá é publicado no Brasil pela Panini, mas os últimos capítulos também podem ser lidos gratuitamente na MangaPLUS, serviço oficial da Shueisha, em inglês e espanhol. O animê está disponível com legendas em português na Crunchyroll e um filme da série está, até o momento, previsto para sair neste ano no Japão.


Fonte: ANN


A trama de Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba se passa no Japão do período Taisho e apresenta a história de Tanjiro Kamado, um garoto de bom coração que vendia carvão para sobreviver, até o dia que seus pais foram cruelmente assassinados por um demônio, que também amaldiçoou sua irmã mais nova, transformando-a num demônio. Embora devastado com tudo que lhe aconteceu, Tanjiro decide tornar-se um “matador de demônios,” procurando aquele que massacrou sua família, enquanto também tenta encontrar um meio para que sua irmã volte a ser humana novamente. A série foi um fenômeno de vendas em 2019.

O mangá de autoria de Koyoharu Gotoge é publicado na Shonen Jump desde fevereiro de 2016, e tem até o momento 19 volumes encadernados lançados, a Panini começou a publicar o mangá no Brasil em 2020. A versão em animê tem produção do estúdio Ufotable, e é exibida oficialmente no Brasil via streaming pela Crunchyroll, com legendas em português. Um filme continuando a série animada já foi confirmado.

Publicidade
close