‘Garo’ e ‘Ultraman’ podem ser as primeiras séries tokusatsu japonesas da Loading

Títulos apareceram em grade de programação da emissora para o próximo domingo.

Segundo o guia de programação disponível no serviço Claro TV, no próximo domingo (13) os fãs de tokusatsu terão uma grata surpresa ao sintonizar a Loading e assistir ao bloco Super Hero Time – uma homenagem ao tradicional bloco que transmite tokusatsu da Toei (Super Sentai e Kamen Rider) na TV Asahi nas manhãs de domingo, no Japão.

Se nada for alterado (lembrando que o canal está formatando sua programação durante este mês), a Loading trará de volta o bom e velho Ultraman (ainda não há especificação se será a série clássica ou outra mais atual) às 11h e Garo: Makai Senki, sequência de Garo (inédita na TV brasileira), às 11h30.

Até o momento dessa publicação, não houve nenhuma divulgação oficial por parte da emissora. Chama a atenção também o fato de que Garo é uma série voltada ao público adulto, o que contrastaria muito em relação à algum Ultraman e com o próprio possível horário de exibição.

Durante o bloco, Jeff Kayo e Thais Matsufugi deverão interagir com os telespectadores falando sobre nossos amados heróis japoneses. O canal promete mais investimentos no gênero, que até o momento é representado apenas pela exibição da série nipo-americana Power Rangers: Morfagem Feroz.

A Loading está disponível em sinal UHF substituindo a Ideal TV, mesmo canal que pertenceu à antiga MTV Brasil. A exibição também acontece em alguns serviços de TV por assinatura e online pelo site oficial. Confira onde sintonizar pela TV na sua região aqui.


Fonte: Guia de programação Claro TV


Ultraman

Ultraman foi criado em 1966 pela equipe de Eiji Tsuburaya, um dos nomes mais importantes do cinema de efeitos especiais no Japão. A série rendeu 39 episódios e seu sucesso ajudou não só a ditar o estilo dos programas de heróis orientais, mas a também criar uma das franquias mais longevas e rentáveis do gênero.

Na história da série original, Ultraman é um ser vindo da Nebulosa M78, que acaba chegando à Terra enquanto estava à caça de um monstro. Durante sua missão, ele acaba sem querer tirando a vida de Hayata, um membro da Patrulha Científica (ou SIA), que combate ameaças alienígenas. Pra remediar a situação, Ultraman revive Hayata como seu hospedeiro, passando a defender nosso planeta enfrentando monstros que causam destruição.

Ultraman foi exibido no Brasil entre o fim dos anos 1960 e meados dos anos 1980 pela TV BandeirantesTV Tupi, TV Record e TVS/SBT, retornando com uma nova dublagem nos anos 1990 pela Rede Manchete, reprisada na CNT e Cine House. Essa versão redublada, distribuída pela Sato Company, chegou a ser lançada também em uma coleção de fitas VHS. Outras exibições posteriores e lançamentos em DVD levantaram suspeitas de ilegalidade.

Após Ultraman, seguiu-se uma franquia de séries que dura até hoje (com algumas pausas). Pela televisão, o Brasil acompanhou Ultra SevenO Regresso de Ultraman Ultraman Tiga. Via streaming, a Netflix chegou a exibir Ultraseven X, enquanto a Crunchyroll exibiu Ultraman MaxUltraman LeoUltraman 80 e Ultraman Mebius, e ainda exibe Ultraman XUltraman Orb Ultraman Geed. Além das séries, vários filmes foram lançados no mercado de home-video e serviços on-demand.


Garo

Garo é uma criação do renomado Keita Amemiya (character designer de séries como Kamen Rider Black e sua continuação, Black RX) produzida pela Touhokushinsha Film Corporation e lançada no ano de 2005.

O grande sucesso fez com que continuações, OVAs, animês e filmes fossem lançados – alguns destes e a série original chegaram ao Brasil em streaming, via Sato Company – expandindo o universo do personagem em vários níveis.

Na história conhecemos Garo, o cavaleiro dourado do Makai, que luta contra monstros interdimensionais chamados Horrors. Kouga Saejima é um jovem que veste a reluzente armadura do herói em busca de vingança pela morte de seu pai.

Por conta da violência e história mais sombria, Garo rapidamente foi elevado ao status de “cult” entre o fandom de Tokusatsu.

Publicidade
close