Imagem: Speed Racer em seu Mach 5 no filme das Wachowski.

Speed Racer: Filme das Wachowskis está na HBO Max

Filme live-action de 2008 está disponível logo na estreia do streaming!

Além dos animês Mary e a Flor da Feiticeira e Your Name, e os tokusatsu como Power Rangers Dino Charge e Godzilla, o catálogo da HBO Max também conta com o filme live-action Speed Racer (2008), das irmãs Lana Wachowski e Lilly Wachowski.

O longa traz o protagonista Speed Racer, um jovem apaixonado por corridas automobilísticas, entrando em uma perigosa competição com o Mach 5, o carro antigamente dirigido por seu irmão, que foi aparentemente morto em um acidente numa corrida. Na pista  – e fora dela – Speed vai descobrir que nada é o que parece. O filme não teve uma recepção muito boa da crítica e a bilheteria ficou abaixo do esperado.

Imagem: Tela de 'Speed Racer' (2008), das Wachowski, no HBO Max.
Reprodução: HBO Max.

Speed Racer (Mach GoGoGo) é um mangá de Tatsuo Yoshida seriado originalmente na Shonen Book, da Shueisha, de 1966 a 1968, rendendo dois volumes encadernados.  A obra inspirou uma animação de 52 episódios pelo estúdio Tatsunoko Productions, exibida no Japão de 1967 a 1968 – a série teria vindo para cá pela Rede Globo ainda em 1969, onde chegou a ser chamada de Capitão Meteoro. Em 1975, teria estreado na TV Tupi com o nome original, onde acabou ficando mais conhecida.

Depois disso, teve passagem em diversos canais ao longo das décadas, ganhando também uma nova dublagem nos anos 1990.

Em 1997, a Tatsunoko lançou um outro animê no Japão, Speed Racer X, com 34 episódios. Esse veio para cá em 2003, pelo Cartoon Network, sob o nome As Novas Aventuras de Speed Racer – não confunda com uma animação americana, The New Adventures of Speed Racer (1993), de 13 episódios. Em 1997, foi lançado também o mangá Mach GoGoGo!, por Toshio Tanigami, com 2 volumes.

A editora Conrad lançou o mangá original por aqui em uma versão “especial” de volume único em 2002, com histórias “selecionadas” (ou seja, com tudo picotado). A editora NewPOP relançou a obra, desta vez na íntegra, em 2009. Um quadrinho americano inspirado na série foi lançado pela editora Wildstorm nos EUA em 1999, chegando por aqui em 2000 pela editora Abril.


Fonte: HBO MAX

Publicidade
close