Imagem mostra capa da fita de O Segredo da Foca e uma ilustração do personagem Tottoi

JBoxTBT | Em 1995, ‘Tottoi’ virou ‘O Segredo da Foca’ em lançamento brasileiro em VHS

Animação do Nippon Animation passou despercebida no mercado de home-video durante a febre dos ‘Cavaleiros’.

O sucesso da Disney nos anos 1990 movimentou o mercado de home-video. Os mais velhos que tiveram acesso certamente se lembram das “fitinhas verdes” que representavam o selo de qualidade da produtora. Mas correndo por fora, havia dezenas de distribuidoras desbravando outras filmografias pelo mundo, dentre elas, especialmente para nós, a japonesa.

Com a febre d’Os Cavaleiros do Zodíaco (que também venderam suas milhares de fitas dos quatro filmes da época), empresas menores foram atrás de muita coisa que hoje são tidas por alguns pesquisadores como “animês perdidos”. São filmes ou séries de animação japonesa, lançados dublados em VHS por aqui sem muito alarde e que, muitas vezes, sequer sabíamos que era japonês.

Mão segura a fita brasileira de O Segredo da Foca
Capa brasileira de O Segredo da Foca | Foto: Rafael Brito/JBox

Um desses levou o nome por aqui de O Segredo da Foca, com lançamento em 1995 pelo selo Cartoon Home Video da Flashstar (que também atuou nas fitas dos Cavaleiros). A ilustração de capa era a mesma da versão produzida nos EUA (onde foi batizado como The Secret of The Seal, título traduzido pra cá), e era bem distante do design original de Haruhiko Mikimoto (o mesmo do classicão Macross e do mais recente Kabaneri of The Iron Fortress). Por sorte, o conteúdo em si tinha como base a versão japonesa e não a americana (que teve edições e mudança de trilha).

O nome original da animação é Tottoi, e foi produzida pelo estúdio Nippon Animation em 1991 e lançada no Japão em 1992. Esse estúdio é muito lembrado por ter adaptado várias obras da literatura (principalmente europeia, como Marco), que também é o caso aqui.

Cena de O Segredo da Foca, com Tottoi e a foca interagindo na água
O Segredo da Foca | Reprodução/Nippon Animation

Tottoi tem como base um livro do escritor italiano Gianni Padoan (que faleceu justamente no ano que o animê saiu no Brasil), grande nome da literatura infantil de seu país. A história é ambientada em Sardenha, contando sobre um garoto (que é apelidado de, vejam só, Tottoi) que descobre por acaso uma foca mediterrânea, um bicho supostamente extinto. Ele vira amigo do filho dessa foca e passa então a lutar pela sobrevivência da família.

Dublado no estúdio Dublavídeo, em São Paulo, o animê traz um elenco de vozes conhecidas da época. Sérgio Rufino como Tottoi, Marcelo Campos como o primo Billia, Leda Figueiró como a irmãzinha Francesca, João Paulo Ramalho como o pai Cipriano, Cecília Lemes como a tia Gizza, entre outros.

Você soube desse lançamento na época? Deixe um comentário ;)


No Instagram

Pela hashtag #JBoxTBT, publicamos lembranças como essa semanalmente em nosso Instagram. Acompanhe por lá pelo @jboxbr!