Imagem: Mackenyu Arata em foto.

Assessoria de Mackenyu promete tomar medidas legais contra youtuber Gaasyy

Youtuber que acusou Manckenyu de diversos crimes ainda estaria devendo 60 milhões de ienes para o ator.

A assessoria de Mackenyu Arata se pronunciou sobre as acusações do youtuber Gaasyy, que implicou o ator em envolvimento com menores, sonegação de imposto e outros crimes.

Segundo o comunicado, os dizeres do youtuber incluem “falsidades óbvias, deturpação da realidade e contradições cronológicas”, além de negar qualquer ato criminoso. Ainda foi informado que ações legais estão sendo consultadas com advogados. O provável é que entrem com uma ação por difamação do ator. O comunicado, no entanto, não nega que Higashitani era próximo e que Mackenyu confiava nele.

Além disso tudo, Yoshikazu Higashitani, o nome real de Gaasyy, teria uma dívida de 60 milhões de ienes (2,1 milhões de reais) com Mackenyu, resultado de um empréstimo supostamente feito em espécie não pago, o qual o youtuber diz que ainda pretende honrar. Segundo Gaasyy, o próprio ator teria pedido para não mencionar esse valor, que seria fruto de marketing furtivo.

Entenda o caso

Gaasyy começou sua carreira no YouTube recentemente, mas já chamou muita atenção da mídia por trazer supostas bombas envolvendo personalidades do mundo do entretenimento japonês. Por ter trabalhado por 27 anos na área, ele conheceria a vida privada de muitas celebridades.

Por isso, muitos dão atenção para suas supostas revelações, que acabam reportadas pela imprensa japonesa pelo interesse ao redor delas. Além de Mackenyu, ele já “expôs” diversas outras personalidades famosas, mas esse talvez seja o caso mais chamativo, não só pelo nome mas também pelos supostos crimes envolvidos.

Contudo, muitos atentam ao fato de, ao menos nos vídeos, Higashitani não trazer provas muito contundentes ou definitivas. Não só isso, mas o fato do canal ter sido criado para uma espécie de vingança do profissional, que diz que foi “largado” pelo meio, aumentam ainda as suspeitas de serem acusações falsas.

Nesse caso, por exemplo, o objetivo seria explicitamente fomentar um alvoroço que atrapalhasse a carreira do ator, que está confirmado nos live-action de One Piece e Os Cavaleiros do Zodíaco, com produções internacionais, e também em um dos filmes de Fullmetal Alchemist.

Após as acusações, Mackenyu bloqueou comentários e respostas em suas redes oficiais no Instagram e Twitter, mas não chegou a comentar ele mesmo o caso. Ele também teria apagado ou editado posts promocionais de marcas, possivelmente relacionados à acusação de marketing furtivo (stealth marketing).


Fonte: Yahoo News,News Post-Seven

Publicidade
close